Prefeitura de Manaus irá priorizar famílias em situação de calamidade pública em programa habitacional

Por Prefeitura de Manaus

25/04/2024 12h15

Icone audio
Habitação
#paratodosverem – Secretária da Semasc, Dermi Rayol, secretário da Semhaf, Jesus Alves, e mais duas servidoras, durante reunião para entrega de lista de famílias em situação de calamidade pública

Uma lista contendo os nomes de 1.456 famílias em situação de calamidade pública e emergências na cidade de Manaus, foi entregue pela titular da Secretaria Municipal da Mulher, Assistência Social e Cidadania (Semasc), Dermi Rayol, nesta quinta-feira, 25/4, ao titular da Secretaria Municipal de Habitação e Assuntos Fundiários (Semhaf), Jesus Alves, durante reunião realizada na sede da Secretaria de Habitação.

Essas famílias, que perderam suas moradias, foram identificadas como prioritárias no cadastro habitacional da Prefeitura de Manaus, com o objetivo de receberem assistência adequada para a reconstrução suas vidas.

Durante o encontro, a secretária Dermi Rayol destacou a importância da parceria entre as secretarias para garantir que as famílias em situação de vulnerabilidade tenham acesso a moradias dignas e condições básicas para uma vida mais estável. “É fundamental que trabalhemos juntos para atender às necessidades dessas famílias e proporcionar o suporte necessário para que possam reconstruir suas vidas. Essas famílias estão sendo atendidas com o Auxílio Aluguel e a determinação do prefeito David Almeida é que encontremos soluções definitivas para essas pessoas”, afirmou.

Por sua vez, o secretário Jesus Alves enfatizou o compromisso da Semhaf em agilizar os processos de cadastramento e seleção dessas famílias, garantindo que recebam a assistência habitacional de forma eficiente e transparente. “Estamos empenhados em priorizar essas famílias e fornecer-lhes moradias adequadas, trabalhando em estreita colaboração com a Semasc e outros órgãos relevantes”, declarou.

Maior programa habitacional da história de Manaus

A entrega da lista de famílias vulneráveis marca mais um passo importante na busca por soluções efetivas para enfrentar a questão habitacional em Manaus e assegurar que todos os cidadãos tenham acesso a condições dignas de moradia.

Em 2023, a Prefeitura de Manaus lançou o maior programa habitacional da história de uma gestão municipal, o “Casa Manauara”, para a entrega de 8.600 moradias, construídas ou reformadas, já a partir deste ano. A meta para os próximos quatro anos é atender mais de 17 mil famílias com moradia digna.

O programa “Casa Manauara” foi o primeiro a realizar entregas de residências reformadas. Em dezembro do ano passado, as entregas iniciaram contemplando famílias de baixa renda em assentamentos urbanos em fase de regularização fundiária nos bairros Colônia Antônio Aleixo, Puraquequara e São José. O programa tem investimento previsto de R$ 100 milhões.

A prefeitura obteve a aprovação de projetos, junto ao governo federal, para construção de 4.680 unidades habitacionais, por meio do programa “Minha Casa, Minha Vida”, para contemplar famílias com renda mensal de até dois salários mínimos. O programa “Entrada Garantida” também foi lançado para subsidiar a entrada do imóvel adquirido por meio do programa federal, com a prefeitura prevendo investimento de R$ 30 milhões.

Com os novos programas habitacionais para reforma e construção de unidades habitacionais, a gestão municipal prevê o crescimento do setor da construção civil na capital, com a geração de quase 75 mil empregos diretos e indiretos e investimentos que ultrapassam R$ 1 bilhão.

— — —

Texto – Leonardo Fierro / Semasc
Fotos – Diego Lima / Semasc
Disponíveis em – https://flic.kr/s/aHBqjBnKx4