Viaduto de Flores recebe revitalização de sinalização viária da prefeitura

Por Prefeitura de Manaus

30/04/2024 14h00

Icone audio
Sinalização
#paratodosverem – Servidores do IMMU realizando a pintura e a implantação da sinalização horizontal no viaduto de Flores

Com o intuito de oferecer mais segurança aos condutores, a Prefeitura de Manaus, por meio do Instituto Municipal de Mobilidade Urbana (IMMU), revitalizou a sinalização do complexo viário Governador Plínio Ramos Coelho, conhecido como viaduto de Flores, localizado entre as avenidas Torquato Tapajós e Mário Ypiranga Monteiro, na zona Centro-Sul da cidade.

Nesta terça-feira, 30/4, o local recebeu pintura e a instalação de sinalização horizontal ao longo da pista do viaduto. Os trabalhos prosseguem pelos próximos dias até a finalização. Os técnicos do IMMU reforçam o guarda-corpo do viaduto com cor mais clara, para melhorar a visibilidade à noite e em dias de chuva.

O diretor-presidente do IMMU, Paulo Henrique Martins, explicou que o trabalho realizado pelo órgão busca aumentar a segurança dos condutores.

“Neste viaduto passam, no horário de pico, mais de 4.500 veículos. Por dia, são mais de 50 mil veículos e mais de 80 mil pedestres. Essa sinalização visa melhorar o aspecto da segurança, porque além de fazer a sinalização de advertência do guarda-corpo, estamos colocando tachas, porque à noite, principalmente quando chove, melhora muito a visibilidade do condutor. Esse processo de revitalização da sinalização começou lá no viaduto do aeroporto, e nós estamos seguindo pela Torquato Tapajós, avenida Mário Ypiranga; depois, Ephigênio Salles, Cosme Ferreira, terminando lá no viaduto da rotatória do São José”. 

A revitalização da sinalização viária começou em fevereiro pelo viaduto Miguel Arraes e se estende aos demais complexos viários. Também receberão os serviços: os complexos viários do Coroado (Gilberto Mestrinho), da rotatória do São José (Engenheiro Luiz Augusto Veiga Soares), do Olímpico (Dom Jackson Damasceno), e ainda o viaduto Josué Cláudio de Souza (na avenida Álvaro Maia com Umberto Calderaro).

— — —

Texto – Álisson Castro / IMMU

Fotos – Karol Silva / IMMU