Notícias

Superintendência da Polícia Rodoviária Federal discute com grupo de trabalho da prefeitura sobre ações de revitalização do Distrito Industrial

Reforçando a importância da integração entre as forças de trabalho conjunto, para garantir o desenvolvimento de Manaus, mais uma entidade se soma às discussões do grupo da Prefeitura de Manaus, que atua na construção dos conceitos e diretrizes do Novo Distrito Industrial: a Superintendência da Polícia Rodoviária Federal do Amazonas (SPRF-AM). A revitalização ampla do Distrito é uma das ações do Programa de Crescimento Econômico e Social “Mais Manaus”, lançado pelo prefeito David Almeida em 17/6.

 


O novo superintendente da PRF no Estado, Diego Patriota, fez uma visita ao Instituto Municipal de Planejamento Urbano (Implurb), nesta quarta-feira, 7/7, onde se reuniu com o diretor-presidente da autarquia, engenheiro Carlos Valente, para conhecer mais detalhes do projeto, que prevê uma extensa intervenção, desde infraestrutura e lazer, passando pelo incremento de novos negócios, turismo e tecnologia.

 

“Conhecemos o projeto para reurbanização do Distrito, que tem intenção de modernizar aquela região, e a PRF faz parte desse contexto dentro do escopo segurança. A segurança chega, inclusive, para habilitar o desenvolvimento, tornar um lugar mais seguro. A PRF se posiciona neste cenário com a intenção de patrulhar não só o quilômetro da rodovia que existe ali, a BR-319, mas a continuidade até a bola da Suframa. E estamos à disposição para somar. Sem integração não existe prosperidade”, disse o superintendente.

 

Durante a apresentação de alguns conceitos e detalhes arquitetônicos, Diogo Patriota destacou que se trata de um projeto atrativo, fluído e pensado para atrair a sociedade, oferecendo bem-estar, segurança e a presença do poder público. “É levar desenvolvimento e ampliar os segmentos de serviços disponíveis para uma população dos arredores, tendo planos para robótica, esportes, parque linear. Todos precisam desse suporte que hoje não tem e acabam, no futuro, melhorando os índices de qualidade de vida”, afirmou.

 

Com o apoio institucional da PRF-AM ao grupo de trabalho, a Prefeitura de Manaus e o Implurb passam a contar com o reforço da expertise em segurança pública. “No desenvolvimento do projeto para o Distrito Industrial buscamos intervenções para transformar a área em local de lazer, entretenimento, um Novo Distrito, para o Distrito abraçar a cidade e a cidade abraçar o Distrito”, disse Carlos Valente.

 

E entre as necessidades para a região existe a criação de um Truck Service, na saída das balsas do porto do Ceasa e com ligação para a BR-319. “Este ponto envolve questões de infraestrutura, de segurança, de tributos e outros. Pensamos em fazer uma área de serviços voltada aos caminhoneiros, na entrada e saída de cargas. E é fundamental a presença da PRF, porque ali é um trecho federal da rodovia”, adianta o diretor-presidente do Implurb.

 

A reunião foi a primeira para alinhamento de demandas conjuntas no plano maior para o Novo Distrito, um compromisso do prefeito David Almeida com o superintendente da Zona Franca de Manaus (Suframa), general Algacir Polsin.

 

Outros atores das esferas estaduais e federais deverão se somar ao planejamento para consolidar propostas equilibradas e eficientes para oferecer a Manaus uma nova rota de entretenimento, oferta de serviços, com segurança, cultura e revitalizada. “E que faça a cidade olhar para o Distrito Industrial como ele merece ser olhado, não somente como setor de trabalho. O Distrito, costumo dizer, será como uma segunda Ponta Negra com o tratamento de projetos que estamos desenvolvendo no Implurb, e que serão homologados pelo prefeito e superintendente da Suframa”, comentou Valente.

 

Participaram da reunião ainda o diretor de Planejamento Urbano da autarquia municipal, arquiteto e urbanista Pedro Paulo Cordeiro, e os agentes da PRF-AM, Matheus Santos (Assessoria de Comunicação) e Jefferson Corrêa (chefia de gabinete).

 

Vocação

 

A vocação econômica industrial e tecnológica do Distrito o faz um polo eminentemente produtor de riqueza e o objetivo de um Novo Distrito é pensar na humanização para mais de 100 mil trabalhadores que circulam pelo bairro diariamente, entre efetivos, temporários e mão de obra terceirizada.

 

Em infraestrutura urbanística, um dos pontos é recuperar o calçadão da Suframa, com áreas verdes, de convivência, paisagismo, playground e mobiliários e ampliar os serviços oferecidos para quem chega ou parte pela BR-319.

 

O programa “Mais Manaus” contempla a construção do Museu da Zona Franca de Manaus, a revitalização urbanística do polo industrial, com ações de paisagismo e urbanismo e outros projetos artísticos, que tornarão o espaço um importante centro turístico.

 

 

— — — 

Texto – Claudia do Valle / Implurb

Fotos – Divulgação / Implurb

 

Notícias relacionadas

Pesquisa Avançada

Utilize esta ferramenta para encontrar notícias de seu interesse