Notícias

Profissionais de saúde da rede municipal recebem capacitação para o atendimento a adolescentes

A Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), realiza, nesta terça-feira, 9/11, às 8h, via Google Meet, a oficina de capacitação “Agenda Proteger Cuidar da Saúde do Adolescente”, que tem o objetivo de capacitar os profissionais da atenção básica de saúde da capital, no trabalho de abordagem desse público. O evento é realizado em parceria com o Ministério da Saúde e o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef).

 

Profissionais de saúde da rede municipal recebem capacitação para o atendimento a adolescentes

 

A oficina, que será transmitida pela Escola de Saúde Pública de Manaus (Esap), localizada no bairro Nossa Senhora das Graças, na zona Centro-Sul, vai discutir as formas de estimular a procura pelos serviços da Rede de Atenção Primária de Saúde, por parte dos adolescentes.

Conforme a chefe do Núcleo de Saúde da Criança e do Adolescente da Semsa, Ivone Amazonas, esse público acessa pouco as unidades de saúde da rede municipal, porque tem medo de se sentir exposto.

“O adolescente geralmente só vai à unidade acompanhado dos pais ou de um responsável, ele não vai espontaneamente porque teme ficar exposto na comunidade, e isso se agrava quando ocorre uma gravidez ou uma IST (Infecção Sexualmente Transmissível), por exemplo. Por isso precisamos discutir abordagens para ampliar o acesso desse público à rede básica, que trabalha na prevenção de doenças, orientações sobre a promoção da saúde sexual e da saúde reprodutiva,” explica.

Participarão da oficina profissionais dos Distritos de Saúde (Disas) Sul e Rural. Entretanto, o evento será realizado em outras datas, para contemplar os profissionais de todos os Disas da Semsa.

Aproximação

A Agenda Proteger e Cuidar de Adolescentes é uma iniciativa do Ministério da Saúde e reúne uma série de orientações para a gestão da saúde de Estados e municípios com o objetivo de ampliar e qualificar o acesso à rede aos adolescentes, reforçando a garantia de direitos desse público.

Em Manaus, 75 unidades de saúde já estão com a Agenda em desenvolvimento e a expectativa, segundo Ivone Amazonas, é que o trabalho de implementação, que sofreu alterações devido à crise sanitária mundial causada pela Covid-19, seja retomado e contemple todas as unidades de saúde da capital.

“Estamos na fase de organizar nossos serviços e por isso investimos na preparação dos profissionais de saúde, que também têm dúvidas relacionadas a um público que é mais fácil de encontrar em campos de futebol, praças, escolas, igrejas e outros espaços. Precisamos saber como estimular essa participação e, embora o Programa Saúde na Escola tenha ajudado bastante a promover essa participação, precisamos avançar mais”, completa Ivone.

O Unicef também apoia a oficina com a impressão do manual “Proteger e Cuidar da Saúde do Adolescente na Atenção Básica”, que será distribuído para todos os profissionais que participarão da capacitação, cuja metodologia é crítico-reflexiva.

“Esse conjunto de estratégias tem o intuito de apoiar os profissionais de saúde na abordagem e no atendimento desse adolescente, para nortear o atendimento e fomentar as ações voltadas especificamente para o adolescente. É uma atividade que vai ser feita sistematizada, com acolhimento, com exame físico, consulta clínica, para isso nós precisamos do apoio da Esap, dos nossos residentes de medicina, eles vão ser nossos apoiadores”, informa Ivone.

— — —

Texto – Tânia Brandão / Semsa

Foto – Divulgação / Semsa

Notícias relacionadas

Pesquisa Avançada

Utilize esta ferramenta para encontrar notícias de seu interesse