Notícias

Prefeitura vistoria estações de tratamento de esgoto da zona Norte de Manaus

Como parte dos trabalhos referentes à elaboração do novo diagnóstico do Sistema de Esgotamento Sanitário da capital do Amazonas, a Prefeitura de Manaus, via Agência Reguladora dos Serviços Públicos Delegados do Município de Manaus (Ageman), vistoriou nesta terça-feira, 11/5, as estações de tratamento de esgoto dos conjuntos Galileia, Ribeiro Júnior e Renato Souza Pinto, todos na zona Norte.

 

 

 

 

Além de verificar o funcionamento das estações, os técnicos da Ageman inspecionaram também a infraestrutura urbanística dos locais e atestaram a necessidade de pequenos ajustes, os quais serão discutidos com a concessionária Águas de Manaus.

 

Para a diretora técnica de Concessões, Obras e Saneamento da Ageman, Suzy Tavares, os ajustes que a empresa deverá fazer, identificados durante a vistoria, não impedem a operação dos sistemas.

 

“Com a vistoria, verificou-se que há uma necessidade de uma melhor manutenção da infraestrutura urbanística, como capinação, no entanto esses ajustes não impedem a continuidade da operação das estações de tratamento que estão funcionando normalmente, e nós já solicitamos que a empresa reforce essa manutenção, sobretudo em função do período chuvoso”, afirmou a diretora.

 

O levantamento das informações que vão compor o novo diagnóstico do Sistema de Esgotamento Sanitário da cidade começou na semana passada pelas estações de tratamento de esgoto dos conjuntos Jornalistas, Tocantins, Débora e Eldorado. Os três primeiros, na zona Oeste, o último, na Centro-Sul.

 

Durante o levantamento, os técnicos estão avaliando as características de cada sistema de esgoto, como o tipo de funcionamento e de tratamento, além de identificar eventuais não conformidades, como a ausência de urbanização das áreas, falta de identificação dos bens e o não funcionamento de alguns equipamentos.

 

Atualmente o serviço de esgotamento sanitário possui uma cobertura de 22% e 588 mil metros de rede coletora, duas estações de pré-condicionamento de esgoto, 69 estações de tratamento de esgoto ativas, 42 estações elevatórias de esgoto ativas, poços de visita, coletores, troncos e emissários, todos inseridos nas cinco Bacias de Esgotamento Sanitário denominadas de Educandos, São Raimundo, Gigante, Tarumã e Colônia.

 

— — —

Texto – Tereza Teófilo / Ageman

Fotos – Divulgação / Ageman

 

Disponíveis em – https://flic.kr/s/aHsmVAEkAY

Pesquisa Avançada

Utilize esta ferramenta para encontrar notícias de seu interesse