Notícias

Prefeitura vai revitalizar área afetada por erosão na avenida Brasil

Para evitar o comprometimento da via, a Prefeitura de Manaus iniciou nesta sexta-feira, 23/7, a avaliação de uma cratera de mais de 20 metros quadrados na avenida Brasil, causada por uma construção irregular sobre uma rede de drenagem. O vice-prefeito e secretário municipal de Infraestrutura, Marcos Rotta, esteve no local acompanhado de sua equipe técnica e membros do Instituto Municipal de Planejamento Urbano (Implurb) e Defesa Civil.

 

 

Segundo Rotta, o problema na via é antigo e foi negligenciado pela última administração, prejudicando uma faixa da pista no sentido bairro/Centro, pondo em risco moradores e veículos. Seguindo a determinação do prefeito David Almeida, já nesta sexta-feira, homens da Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf)  iniciaram as ações no local.

 

“É uma situação clássica de uma construção irregular em cima de uma rede de drenagem que está com problema. Foi feita uma ação paliativa, mas agora, por determinação do prefeito David, a prefeitura fez uma força-tarefa entre as secretarias para resolver o problema, mesmo porque já estamos com o risco iminente aqui da Avenida Brasil”, explicou Marcos Rotta.

 

O vice-prefeito fez questão de reforçar o prejuízo causado por obras feitas às margens de igarapés ou sobre as redes de drenagem, duas das maiores causadoras de ocorrências na cidade de Manaus. Neste caso, a casa construída no local deve ser demolida totalmente para facilitar as ações das equipes da prefeitura.

 

“Com o achatamento do tubo armco, ficamos impossibilitados de agir por conta da construção irregular. Por baixo passa uma galeria e aqui tem um tubo que fazia ligação e despejava as águas no igarapé, então por conta dessa construção a ação e os trabalhos ficaram comprometidos. Já vamos fazer nesse momento a escavação do local, a limpeza desse material que restou da demolição antiga para estudar as alternativas, mas, como eu disse, a determinação do prefeito David Almeida é que o conjunto de ações entre as secretarias deem uma solução definitiva para esta situação”, afirmou Rotta.

 

Além da pista, ainda há casas próximas sendo afetadas, principalmente por alagamentos causados pelo entupimento da tubulação, o que justificou a intervenção da Defesa Civil, que também já esteve no local e irá acompanhar todo o andamento da intervenção.

 

“A Defesa Civil realizou a vistoria do imóvel, bem como das casas que ficam próximas a esta cratera, e constatamos que há uma necessidade de demolição total do imóvel que está sobre a manilha para que os trabalhos de recuperação possam ser realizados. E, conforme as obras forem avançando, a Defesa Civil estará acompanhando para qualquer eventualidade”, explicou o diretor de Operações da Defesa Civil, Robson Falcão.

 

— — —

Texto – Divulgação / Seminf

Fotos – Osmar Neto / Seminf

Disponíveis em – https://flic.kr/s/aHsmWfDsHs

 

Notícias relacionadas

Pesquisa Avançada

Utilize esta ferramenta para encontrar notícias de seu interesse