Notícias

Prefeitura tem alta de 92% em área licenciada em julho com novos projetos para Manaus

Com a confiança mais sólida no setor da construção civil em todo o Brasil, Manaus experimenta o otimismo nacional. Se o setor no mês de junho teve o maior saldo positivo do ano em empregos no Amazonas, segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), a Prefeitura de Manaus percebe o incremento da confiança do empresário da indústria nos números do seu licenciamento municipal.

 

Conforme ações do prefeito David Almeida, buscando tornar Manaus uma Cidade Global, com diversas ações para fomento ao ambiente de negócios, atração de investidores, promoção de novos empreendimentos e estímulo à economia, nos sete primeiros meses de 2021, o Instituto Municipal de Planejamento (Implurb) mantém a variação positiva em maior quantidade de alvarás de construção emitidos e novas certidões de Habite-se.

 

Em alvarás de construção, de janeiro a julho de 2021, o Implurb expediu 595 documentos, sendo que no mês passado foram 152. Em julho, chama atenção o incremento de 92% em área construída licenciada, comparando com o mês de junho: foram 320.989,43 metros quadrados contra 166.800,33 metros quadrados. Levando em conta os sete primeiros meses, somente julho corresponde a 39% do total do ano.

 

Anos

Quando comparamos os anos, em número de alvarás, até julho de 2021, o Implurb já ultrapassou todo o ano de 2020 em mais de 10%. São 595 certidões agora, contra 540 do ano passado.

 

Julho de 2021 também tem acréscimos positivos, e em alvarás de construção são 181% a mais do que julho de 2020: 152 documentos contra 54 do mesmo período. Em Habite-se, a alta foi de 28,8%, sendo 58 em julho agora e 45 do ano anterior.

 

A construção civil no país vem apontando crescimento, e em Manaus não é diferente, com a previsão de lançamento de 34 mil unidades habitacionais, conforme adianta o diretor-presidente do Implurb, engenheiro Carlos Valente. “O Implurb está dando resposta a estas demandas, com novos procedimentos, redução da burocracia e atuando pesadamente no aumento de eficiência, o que tem reflexo nos resultados do órgão. Mudamos procedimentos e temos uma qualidade técnica grande na equipe”, completou.

 

Para Valente, os meses de 2021 refletem a melhoria na confiança do empresariado e esse otimismo disseminado é compartilhado pela gestão do prefeito David Almeida com projetos, iniciativas e melhorias na administração, aumentando a eficiência no licenciamento urbano. “Manaus se reinventa, tem as características para se consolidar como uma Cidade Global e estamos planejando e intervindo para receber mais negócios e ter uma capital melhor para as pessoas”, disse o diretor-presidente do Implurb, engenheiro Carlos Valente.

 

Acréscimo

A diretora de Operações do Implurb (Diop), arquiteta e urbanista Jeane Mota, observou que houve um acréscimo significativo na metragem para alvarás de construção, o que indica crescimento no setor, apesar ainda da falta de insumos e da alta do valor do metro quadrado construído.

 

“Tem ocorrido maior procura para os respectivos licenciamentos e regularizações. São projetos aprovados e licenças com o objetivo de financiamentos bancários. E ainda estamos entrando no verão amazônico, favorável à indústria, que deve apresentar um semestre ainda mais otimista ao setor e ao licenciamento urbano”, afirmou.

 

Números

O Habite-se tem o acumulado de 293 certidões, sendo 58 em julho. Em área quadrada, foram regularizados 143.317,13m2 no mês, com um acumulado de 519.793,10 metros quadrados. Mais alvarás e mais Habite-se significam maior regularidade urbana. Julho é o terceiro mês consecutivo onde o Implurb tem aumento de alvarás e Habite-se expedidos e na área regularizada.

 

Indústria da construção

O Índice de Confiança do Empresário Industrial (ICEI) de julho, calculado pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), está em 62 pontos, um aumento de 0,3 ponto este ano, em comparação com junho. É o terceiro aumento consecutivo, o que mostra confiança maior e mais disseminada entre os industriais.

 

O Sindicato da Indústria da Construção Civil do Amazonas (Sinduscon-AM) avalia os números como positivos e sinaliza para potencial de crescimento da ordem de até 21% até o final do ano.

 

Conforme o Caged, em junho foram registradas no Estado 1.688 admissões, o melhor número do ano, com um estoque de 23.570 empregos no setor.

 

— — —

Texto – Claudia do Valle/Implurb

Fotos – Arquivo/Implurb

 

Em anexo

Notícias relacionadas

Pesquisa Avançada

Utilize esta ferramenta para encontrar notícias de seu interesse