Notícias

Prefeitura realiza tarde de palestras e sarau em comemoração aos 96 anos de Thiago de Mello

Para comemorar o aniversário de nascimento de 96 anos do poeta Thiago de Mello, a Prefeitura de Manaus realizou uma programação especial no Museu da Cidade de Manaus, praça Dom Pedro II, uma tarde de palestras e sarau literomusical, por meio do Conselho Municipal de Cultura (Concultura) e Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult), com o apoio da Secretaria Municipal de Comunicação.

 

30.03.22 - Prefeitura realiza tarde de palestras e sarau em comemoração aos 96 anos de Thiago de Mello

 

Na palestra de abertura, o presidente do Concultura, Tenório Telles, pontuou a importância do poeta para a poesia brasileira. “A vida e a poesia de Thiago de Mello se ligam e se conectam com a história da nossa terra e do nosso país. É possível ler na sua obra aspectos fundamentais da história recente do Brasil e da América Latina. Sua lírica tem profundas relações com os anseios, sonhos e esperanças da nossa gente. Pelo seu conteúdo de humanidade e sensibilidade poética, sua obra se reveste de uma densidade e força humana e política das mais representativas da literatura brasileira”, destacou Tenório.

Segundo ele, a poética de Thiago de Mello é universal, “e dialoga com os homens e mulheres do presente e, diria, também, do futuro. Sua mensagem será eterna”.

Para o diretor-presidente da Manauscult, Alonso Oliveira, a homenagem ao poeta foi uma das primeiras ações assertivas e acertadas da gestão David Almeida, que no ano passado fez uma série de eventos pela passagem dos 95 anos do poeta, ainda em vida. “Vamos lançar um novo edital em homenagem ao poeta Thiago de Mello ainda este ano, para manter viva sua memória e o amor às artes, que foi a missão em vida e o legado deixado que vamos honrar”, informou.

Presença

A escritora e cineasta Isabella Thiago de Mello, filha do poeta, comentou o porquê do pai ser tão vivo e presente na vida das pessoas. “É resultado de uma vida inteira, de entrega à literatura, aos direitos humanos e a integração cultural da América Latina. Para nós aqui amazônidas, a sua obra, o seu estudo pela floresta em pé, as questões indígenas às quais ele se dedicava tanto, na luta pela preservação da floresta em pé. São tantas questões que envolvem a nossa cultura, a nossa economia, as nossas riquezas, por isso ele é vivo e será para sempre vivo, porque o homem vai, mas a obra fica”, pontuou.

Atividades

Durante o evento foi lançado um vídeo produzido pela Semcom para divulgação nas redes sociais com trechos do poema “Os Estatutos do Homem”, que foi declamado por várias pessoas do povo como um gari, uma professora, um indígena, um estudante e atores.

A programação comemorativa também contou com recitações e encerrou com um show de hip-hop com a poesia do homenageado. As palestras iniciaram pelo presidente do Concultura, Tenório Telles, com o tema “Thiago de Mello: vida e poesia”, seguido de um interlúdio poético: leitura de poemas. Logo após, a mesa temática: “A presença de Thiago de Mello na poesia brasileira – Temas e significado poético”, contou com a mediação do vice-presidente do Concultura, Neilo Batista, tendo como debatedores o escritor José Almerindo da Rosa e a escritora e editora Neiza Teixeira.

As palestras foram encerradas com o recital poético: “Thiago de Mello, o poeta da liberdade”, com o poeta Dori Carvalho. O sarau literomusical teve a participação especial do grupo de hip hop Nativos Crew Produções, que além da dança com freestyle de rima onde o MC W fez um trabalho de rimas em cima da poesia de Thiago de Mello.

Painel

Um painel medindo 6 metros de altura por 10 metros de comprimento localizado no estacionamento do museu, com ampla vista pela avenida 7 de Setembro, está sendo produzido. O mesmo seria entregue nesta quarta-feira, mas devido às chuvas não foi possível ser entregue durante o evento de aniversário do escritor.

“Estamos usando a imagem do poeta e também a de um girassol, que remete ao trecho do artigo 3 do poema ‘Os Estatutos do Homem’”, explicou o autor do painel, Jarbas Lobão. Os materiais usados são tinta acrílica e spray. O autor do projeto, ganhador do edital Manaus Faz Cultura, contou que é um momento oportuno poder fazer a homenagem e entregá-la no dia do aniversário de Thiago de Mello.

“Infelizmente não foi possível receber em vida essa homenagem em forma de grafite, no entanto é importante que haja não só uma, mas várias homenagens ao Thiago, pela grandeza de artista que ele era e do legado que nos deixou”, disse Lobão.

— — —

Texto – Cristóvão Nonato / Concultura

Fotos – Antônio Pereira / Semcom

Disponíveis emhttps://flic.kr/s/aHBqjzHLax

Notícias relacionadas

Pesquisa Avançada

Utilize esta ferramenta para encontrar notícias de seu interesse