Notícias

Prefeitura inicia Seminários Distritais de Formação de Conselheiros Escolares

Com o tema “Escola e Sociedade – construção coletiva de uma educação de excelência para Manaus”, a Prefeitura de Manaus abriu, nesta quinta-feira, 14/7, o ciclo de Seminários Distritais dos Conselhos Escolares 2022. A ação tem como finalidade fortalecer a ação dos conselhos em sua organização e atuação junto às escolas coordenadas pela Secretaria Municipal de Educação (Semed), em relação às atividades pedagógicas, administrativas, financeiras e de articulação com a comunidade. O evento ocorreu no auditório Luiz Geraldo Pontes Teixeira, da Semed, no bairro Parque 10 de Novembro, zona Centro-Sul.

 

 

Os seminários ocorrerão até o dia 27 deste mês nas sete Divisões Distritais Zonais (DDZs) da Semed. Este primeiro encontro envolveu os presidentes dos conselhos e os próximos serão realizados com os secretários e tesoureiros.

A secretária municipal de Educação, Dulce Almeida, foi representada pelo subsecretário de Gestão Educacional, Júnior Mar, que em seu discurso mencionou como esse mecanismo impulsiona as ações pedagógicas da rede municipal de ensino.

“Essa ação contribui bastante para o processo de aprendizagem da Semed. Nos conselhos escolares há participação de familiares, do gestor da escola e dos administrativos. O presidente do conselho escolar é o diretor da escola. Então nós podemos fazer esse trabalho de aproximação da família com a escola, no sentido de assumirem o papel de responsáveis pelos estudantes na aprendizagem”, declarou.

O seminário envolveu gestores escolares e assessores pedagógicos das DDZs e foi coordenado pela Divisão de Apoio à Gestão Escolar (Dage), por meio do Grupo de Articulação e Fortalecimento dos Conselhos Escolares (Gafce).

A chefe da Dage, Hulda Soares, comentou como a existência dos conselhos contribuem para a excelência no processo de ensino e aprendizagem.

 

“A abertura do ciclo de formação de conselheiros escolares é uma ação que acontece anualmente e estamos retomando aqui o modelo presencial. Com a gestão democrática há mais transparência e igualdade dentro do ambiente escolar. Além disso, é muito importante a constituição dos Grêmios Escolares, porque eles são as nossas unidades executoras dos programas educacionais quando recebemos a verba do governo federal para executar os programas”, pontuou.

O coordenador do Gafce e coordenador-geral dos conselhos municipais, Luiz Albuquerque, explicou que este ciclo é sinônimo de diálogo e participação da comunidade.

“Em primeiro lugar é um momento de formação, em que reunimos os conselhos e os representantes dos vários segmentos, para refletirmos sobre suas práticas e atuação no sentido de verificar as suas atribuições. Quando o conselheiro está mais bem informado da sua função dentro da escola, ele consegue desenvolver melhor o seu papel naquela unidade”, ressaltou.

Participação

O cargo de presidente do conselho escolar, de acordo com as prerrogativas legais, é exercido pelo diretor da unidade de ensino. Entre os participantes da atividade de abertura estava a gestora Giane Fernandes, da escola municipal Nossa Senhora do Rosário, localizada no bairro Jorge Teixeira, na zona Leste. A educadora mencionou suas percepções sobre o evento.

“Esse encontro é um momento de discussão positiva, porque pensamos nas possibilidades para envolvermos o Conselho Escolar com a comunidade. Assim, desenvolvemos uma gestão democrática e participativa”, comentou.

Conceito

O Conselho Escolar é um órgão deliberativo e colegiado de representação de vários segmentos da comunidade escolar, composto por pais, alunos, professores, corpo administrativo e comunitários, que se reúnem periodicamente para discutir os caminhos da escola.

— — —

Texto – Andrew Ericles/ Semed

Foto – Salomão Júnior/ Semed

Notícias relacionadas

Pesquisa Avançada

Utilize esta ferramenta para encontrar notícias de seu interesse