Notícias

Prefeitura de Manaus realiza vistoria em obras de 13 escolas da Semed

A Prefeitura de Manaus realizou vistoria, nesta sexta-feira, 23/7, em obras de 13 escolas da Secretaria Municipal de Educação (Semed), por determinação do prefeito David Almeida. As unidades de ensino, localizadas em várias zonas da cidade, não recebiam reforma geral há mais de 10 anos. Todas tiveram telhados e forros trocados, receberam adaptações na parte elétrica, hidráulica, piso, portas e janelas.

 

 

As unidades também foram pintadas e terão banheiros, salas de aula e administrativas e cozinhas ampliadas. O mobiliário também será renovado, de acordo com a necessidade de cada uma.

De acordo com o subsecretário de Infraestrutura e Logística da Semed (Infralog), Marcelo Campbell, as reformas e acompanhamento das obras são uma exigência do prefeito David Almeida, já que as escolas estão há muito tempo sem receber esse tipo de serviço.

“Muitas escolas estão há mais de 10, 15 anos sem uma reforma e agora todas estão recebendo de verdade uma reforma geral, todas no padrão que a nova gestão exige. Em algumas escolas iniciamos as obras e outras estamos finalizando, mas na primeira semana de agosto teremos uma série de inaugurações, devolvendo dignidade aos alunos e professores”, pontuou Campbell.

O Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI) Graziela Ribeiro, no Alvorada 2, zona Oeste, há mais de 5 anos necessitava de uma reforma. As obras iniciaram em maio deste ano e até agosto, a unidade, que tem mais de 460 crianças matriculadas no 1º e 2º períodos, estará pronta.

“Nós já estávamos aguardando, há pelo menos uns 5 anos, uma reforma geral, principalmente no telhado, porque quando chovia molhava todas as salas e não tinha condições de ter aula, e agora finalmente recebemos essa reforma tão esperada. A previsão é que em agosto a escola já seja entregue para a comunidade”, informou a gestora, Raquel Thomé.

Ainda na zona Oeste, a escola municipal Nestor José Soeiro do Nascimento, na comunidade São Pedro, os alunos precisaram ser remanejados para outra unidade municipal.

“Há dois anos a escola está parada para reforma, nesse período os alunos foram remanejados para outra unidade de ensino e isso foi um transtorno para toda comunidade escolar, que causou muitas transferências. Durante essa paralisação, o prédio foi saqueado. Com a nova gestão, as obras iniciaram em junho com o compromisso de finalizar em outubro”, explicou o diretor da escola, Antônio de Jesus dos Santos.

A escola municipal Francisca Campos, no Tarumã, zona rural, foi ampliada e recebeu mais quatro salas de aula. De acordo com a gestora da unidade de ensino, Nádia Gusmão, que atende 500 crianças na educação infantil e no ensino fundamental, os alunos estudavam em um anexo que fica a aproximadamente 200 metros da unidade.

“Há mais de 10 anos precisávamos dessa ampliação. Agora, nossos alunos ficarão todos no mesmo prédio, porque antes isso era muito complicado, já que ficavam um pouco distante da escola. A construção das quatro salas no próprio prédio, vai facilitar bastante o nosso trabalho. Toda equipe escolar só tem a agradecer a essa nova administração, que teve um olhar diferenciado”, afirmou Nádia Gusmão.

Leste e Norte

Na zona Leste, a reforma na escola municipal Boa Esperança iniciou em fevereiro de 2020, mas segundo o gestor da unidade, Sérgio Alberto dos Santos Monteiro, devido à falta de pagamento, o trabalho foi suspenso, retornando em janeiro deste ano com outra construtora e entregue para a comunidade escolar com 98% da obra concluída.

“Faltam aproximadamente 2% para conclusão total da obra. A reforma iniciou em 2020, ficamos praticamente um ano parados por falta de verba. No início dessa nova gestão, o trabalho foi reiniciado e já estamos com as portas abertas para o segundo semestre”, disse o diretor.

Na zona Norte, outra obra a ser entregue totalmente revitalizada é o Complexo Maria Antonieta Raposo, onde funcionam uma escola de ensino fundamental, um Cmei e a creche municipal Eliana de Freitas Moraes, que foi totalmente reformada em três meses.

A dona de casa Jacimara Silva, mãe do pequeno Bernardo Gabriel do Amaral Silva, 4 anos, do maternal 3, agradeceu à prefeitura pela obra.

“Meu filho é aluno da creche desde o maternal 1 e esse é o último ano dele aqui. Estou muito feliz com a reforma da creche, só tenho a agradecer ao prefeito e ao secretário municipal de Educação, Pauderney Avelino, por esse trabalho, que era necessário há muitos anos e agora foi concretizado em pouco tempo”, pontuou.

— — —

Texto – Érica Marinho / Semed

Fotos – Eliton Santos / Semed

Disponíveis em – https://flic.kr/s/aHsmWkyGyR

 

 

Notícias relacionadas

Pesquisa Avançada

Utilize esta ferramenta para encontrar notícias de seu interesse