Notícias

Prefeitura de Manaus realiza a ação ‘Dia de Campo’ para produtores rurais da comunidade São Francisco do Caramuri

Cerca de 30 produtores rurais da comunidade São Francisco do Caramuri, localizada na região do baixo Amazonas, Polo 7 da Agricultura Familiar, participaram na manhã deste domingo, 22/5, da ação “Dia de Campo”, promovida pela Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Agricultura, Abastecimento, Centro e Comércio Informal (Semacc). A ação foi realizada na Toca da Pitaia, que fica no ramal Água Branca I, Polo 3, na AM 010, e atendeu a uma solicitação dos produtores rurais de São Francisco do Caramuri, interessados na cadeia produtiva da pitaia e futuro cultivo da fruta naquela comunidade.

 

 

 

 

 

De acordo com a diretora de Agricultura e Abastecimento (DAA) da Semacc, Meyb Seixas, a ação foi muito produtiva e contou não só com a orientação técnica, ensinando sobre o cultivo da pitaia e os tratos culturais que agregam valor à fruta, mas o encontro contou também com a presença de órgãos e empresas envolvidos nessa cadeia, garantindo mais informação ao público interessado. O objetivo é poder oferecer aos agricultores rurais uma nova fonte de renda.

 

“Nós temos aqui mais de 30 produtores de São Francisco do Caramuri conhecendo a cultura da pitaia. Eles já trabalham com a cultura do abacaxi, que já é um produto diferenciado no Amazonas e estão olhando para uma nova cultura de interesse da comunidade que é a pitaia, para ter uma nova opção de renda para a agricultura familiar. A Semacc, como apoiadora dessa cadeia produtiva, propôs a criação de um APL ( Arranjo Produtivo Local), para o incentivo dessa produção, e estamos cadastrando produtores que tenham interesse nessa cultura, para que sejam incluídos nas ações do programa Plano Safra Manaus como beneficiários”, explicou a diretora.

 

Cleber Medeiros, proprietário da Toca da Pitaia, que já é produtor da fruta na região de Manaus, destaca a parceria entre a Prefeitura de Manaus e o governo do Estado na aquisição das mudas e cadastramento de produtores rurais para a doação, incentivando a expansão da cadeia produtiva da pitaia no município.

 

“Nós estamos muito felizes em poder receber tantos amigos produtores rurais para comprovar a realidade da produção da pitaia, e a gente espera que, com a parceria da Prefeitura de Manaus e do governo do Estado, Manaus possa se tornar a capital nacional da pitaia, podendo até exportar para outros países, em consórcio com abacaxi e com outras frutas regionais, também”, destacou o produtor.

 

Presente ao evento, o secretário de Produção Rural do Estado, Petrúcio Magalhães, destacou a importância da ação para que os agricultores rurais possam entender o passo a passo que envolve a cadeia produtiva da pitaia.

 

“Essa é uma cadeia produtiva originária da América Central, muito comum no México e bastante adaptada às condições aqui da Amazônia. O Cleber acreditou no cultivo e hoje ele tem na propriedade dele mais de 100 mil pés de pitaia. O preço é muito atrativo, chegando até a R$20 o quilo, e o fruto é utilizado para várias finalidades” explicou o secretário.

 

Edson Souza, que trabalha no ramo do pimentão colorido, é um dos agricultores de São Francisco do Caramuri interessados na nova cultura.

 

“A gente está querendo migrar um pouquinho do pimentão, buscando alternativas, porque hoje em dia as coisas não estão fáceis, procurar associar, porque, pelo que estou vendo, a pitaia é uma cultura que dá um pouco de trabalho, mas, com o apoio da prefeitura e do governo estadual nos insumos e incentivos, vamos conseguir uma renda extra”, destacou o agricultor.

 

Também participaram do “Dia de Campo” representantes da Secretarias Municipais do Trabalho, Empreendedorismo e Inovação (Semtepi); da Mulher, Assistência Social e Cidadania (Semasc); de Educação (Semed); Instituto de Desenvolvimento Agropecuário do Estado do Amazonas (Idam); Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa); Instituto Federal do Amazonas (Ifam); da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), além de empresários e fornecedores de insumos do setor.

 

Agricultores Familiares do ramal Água Branca interessados na nova cultura, também participaram do evento.

— — —

Texto – Dalva Andrade / Semacc

Fotos – Gildo Smith / Semacc

Notícias relacionadas

Pesquisa Avançada

Utilize esta ferramenta para encontrar notícias de seu interesse