Notícias

Prefeitura de Manaus promove tarde de autógrafos dos alunos que escreveram livros em sala de aula

A Prefeitura de Manaus realizou uma tarde de autógrafos dos alunos que produziram livros dentro de sala de aula na escola municipal Carmem Guimarães Hagge, no bairro Terra Nova, zona Norte, nesta segunda-feira, 15/8. O evento é fruto do projeto “Escritores do Amanhã”, desenvolvido em uma turma do 4º ano do ensino fundamental, da unidade, sob a orientação da professora regente de sala Isabella Pacheco, em parceria com a empresa Estante Mágica.

 

 

 

 

Durante a atividade, cada criança autografou sua obra e compartilhou com seus colegas a experiência de escrever um livro pela primeira vez. Ao todo, foram inscritos 23 livros, um por cada aluno. Nas produções, havia gêneros textuais como fábulas, biografias e poesias. Algumas histórias destacam a visão de mundo, outras são de cunho aleatório, e têm até sobre realização de sonhos, como foi o caso da história do estudante Weverton Queiroz, de 9 anos, que escreveu o “Um sonho realizado“, que narra a trama de um jovem que sonha em ser militar.

 

“A minha história fala um pouco sobre mim, o que quero para meu futuro, que é ser policial. Por isso, foi tão legal escrever essa história, porque, no fundo, falou um pouco de mim também”, explicou o aluno.

 

Segundo a gestora da unidade, Edilene Silveira, a ação de incentivo à leitura e à escrita foi um momento de alegria para a escola.

 

“Nós estamos muito felizes por esse trabalho ter sido realizado dentro da escola, trabalho esse que deu a oportunidade para as crianças desenvolverem seu lado de escritor, colocando no papel o seu mundo imaginário. E isso é muito importante para os alunos, porque trabalha a autonomia deles, os tornam alunos mais críticos, pondo seus pontos de vista sobre o que pensam, o que acreditam“, frisou a gestora.

 

O livro se constitui de imagens e escrita de crianças. Em relação ao tema, a professora Isabella Pacheco disse que deixou os alunos bem à vontade para escolherem suas histórias.

 

“Eu deixei os alunos bem à vontade, ou seja, o tema ficou livre. Tanto que tem uma diversidade de assuntos elencados.  O que eu ia pautando com eles era só a questão de trabalhar valores. Aí tinha aluno que já colocava mais a questão da fábula, e eles iam introduzindo os gêneros textuais e alguns fizeram com o segmento aleatório mesmo, independente dos gêneros trabalhados em sala de aula”, esclareceu Isabella.

 

O evento contou com a presença do chefe da Divisão Distrital Zonal (DDZ) Norte da Secretaria Municipal de Educação (Semed), Daniel Laborda. De acordo com ele, a iniciativa da unidade é importante porque incentiva a leitura de uma maneira prazerosa.

 

“Em nome do prefeito David Almeida e da nossa secretária municipal de Educação, professora Dulce Almeida, parabenizo a escola por esse projeto e ação que só vem reforçar o trabalho da Prefeitura de Manaus, com práticas importantes em prol da educação, e de incentivo à leitura e à escrita, nas escolas do município”, destacou.

 

— — —

Texto – Emerson Santos / Semed

Fotos  – Eliton Santos / Semed

 

Disponíveis em – https://flic.kr/s/aHBqjA389u

Notícias relacionadas

Pesquisa Avançada

Utilize esta ferramenta para encontrar notícias de seu interesse