Notícias

Prefeitura de Manaus promove ‘Movimento Cultural do Trabalhador’ neste domingo, 1º/5

Em alusão ao mês do trabalhador, comemorado em maio, a Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal do Trabalho, Empreendedorismo e Inovação (Semtepi), em parceria com a Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult), promove, neste domingo, 1º/5, das 7h às 21h, a festividade “Movimento cultural do Trabalhador” para homenagear a categoria.

 

 

 

 

Com a duração de 14 horas, o evento acontecerá no complexo turístico da Ponta Negra, zona Oeste da capital, e contará com uma série de atividades esportivas, circuito de danças aeróbicas, além de brindes e apresentações de DJs.

 

O primeiro “aulão” de dança será ministrado pelo artista Arigó, ex-integrante da banda Carrapicho. A programação segue com uma tarde de lazer, com a apresentação dos bumbás de Manaus (Garanhão, Corre-Campo e Brilhante). O evento encerra com o arrastão dos bumbás de Parintins, Garantido e Caprichoso, seguido por apresentações em trio elétrico.

 

“Nós preparamos um dia especial com ações regionais para o trabalhador. Então, para a população interessada em participar e curtir um pouco esse dia, a prefeitura vai proporcionar essa festa com uma programação intensa no domingo”, ressaltou o secretário da Semtepi, Radyr Júnior.

 

Programação:

 

Dia 1º/5

7h – 9h – “Aulão” de Dança (apresentador Arigó)

9h – 11h – Show “Officina 80”

11h – 15h – DJs

15h – 15h45 – Cia. Art Factory

16h – 16h45 – Banda Marrakesh

17h – 17h45 – Banda Tomi Xote

18h – 19h – Bois-bumbás de Manaus

19h – Saída do Trio Marujada

20h – Saída do Trio Batucada

21h – Encerramento com apoteose do Boi Garantido

 

Data Comemorativa

 

O Dia do Trabalhador, comemorado no dia 1º de maio, surgiu decorrente da greve operária que ocorreu em Chicago, nos Estados Unidos, em 1º de maio de 1886. Esse episódio teve como mote a luta pela melhoria das condições de trabalho. Organizado pela Federação Americana do Trabalho, esse evento contou com a participação de milhares de operários que se reuniram nas ruas da cidade. No Brasil, a data tornou-se feriado em 1924 e hoje é reconhecida internacionalmente.

 

— — —

Texto – Fabiane Monteiro / Semtepi

Fotos – Antônio Pereira / Semcom

Disponíveis em – https://flic.kr/s/aHBqjzMwqP

 

Notícias relacionadas

Pesquisa Avançada

Utilize esta ferramenta para encontrar notícias de seu interesse