Notícias

Prefeitura de Manaus participa do lançamento do livro ‘Lixo Zero’

A Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Limpeza Urbana (Semulsp), promoveu, nesta quarta-feira, 8/6, no Espaço da Cidadania Ambiental (Ecam), no Manauara Shopping, bairro Adrianópolis, zona Centro-Sul, o lançamento do livro “Cidades Lixo Zero”, de Rodrigo Sabatini. O evento também contou com a parceria do Instituto Lixo Zero e do Coletivo Manaus Lixo Zero, que juntos desenvolvem um trabalho voltado ao meio ambiente.

 

 

O livro trata das experiências vividas pelo autor, na luta por uma cidade sem lixo nas ruas, nos igarapés, tratando de forma reciclável tudo aquilo que é produzido pelo indivíduo. A obra também aponta modelos de cidades a serem seguidas, que respeitam um formato adequado de desenvolvimento, sem afetar o meio ambiente. “Neste livro eu proponho formas ideais de tratar todo o lixo que geramos”, salientou.

 

Prestigiando o lançamento da obra, o secretário da Semulsp, Altervi Moreira, destacou o trabalho da gestão David Almeida, para manter a cidade limpa, organizada, diminuindo o índice de resíduos. “Todos os esforços feitos pela Prefeitura de Manaus para manter a cidade limpa, vem surtindo efeito e já podem ser conferidos. Atuamos em vários pontos com serviços diversos de capina, poda, pintura, entre outros, para embelezar e deixar a cidade limpa. Diariamente também realizamos a limpeza fluvial nos rios, igarapés e na orla de Manaus”, observou Altervi.

 

 

Exemplo

Durante o mês de março, o Instituto Lixo Zero Brasil (ILZB), concedeu à Semtepi a certificação Lixo Zero, fazendo com que o órgão seja a primeira secretaria de Manaus a obter o conceito Lixo Zero. A certificação aumentou a responsabilidade do órgão em manter o padrão de recuperação dos resíduos sólidos na cidade.

 

Hoje quase todo lixo é reaproveitado na secretaria. As garrafas PETs, por exemplo, são separadas em coletores instalados pela cidade. O projeto-piloto, que iniciou na Semulsp, vai ganhar outros espaços, fazendo com que as garrafas PETs tenham um outro destino.

 

“Aos poucos estamos conscientizando as pessoas de que aquele lixo que é jogado na cidade, pode ter outro destino”, destacou Altervi.

 

— — —

Texto – Divulgação/ Semulsp

Fotos – Divulgação/ Semulsp

 

Pesquisa Avançada

Utilize esta ferramenta para encontrar notícias de seu interesse