Notícias

Prefeitura lança coleção ´Encantos Amazônicos’ de artesanato por meio de parceria

A Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal do Trabalho, Empreendedorismo e Inovação (Semtepi), em colaboração com a Associação Zagaia Amazônia, realiza nesta sexta-feira, 17/12, das 11h às 17h, no Casarão da Inovação Cassina, Centro, o lançamento da “Coleção Encantos Amazônicos”, resultado da segunda etapa do projeto “Manaus Feita à Mão”, voltado para aprimorar os produtos de 43 artesãos que participaram do programa ao longo do ano.

 

Prefeitura lança coleção ´Encantos Amazônicos’ de artesanato por meio de parceria

 

Para o secretário da Semtepi, Radyr Júnior, o lançamento da coleção coroa o fim de um processo de capacitação e consultoria, que resultou em produtos aprimorados.

“Conforme a orientação do prefeito David Almeida, a prefeitura, por meio da Semtepi, tem a missão de criar oportunidades, fomentar o empreendedorismo, capacitar as pessoas, para que desenvolvam ou aprimorem as atividades que já desenvolvem. Estamos contentes com o resultado do projeto ‘Manaus Feita à Mão’, mas principalmente porque isso representará a perspectiva de novos ganhos financeiros e abertura de novos mercados para esses artesãos”, destacou.

Inspirada no universo amazônico proporcionado pelos elementos da natureza, os artesãos do projeto produziram uma coleção composta por peças que variam da fibra, passando pela cerâmica, o couro e a borracha até a utilização de cuias, madeiras e tecidos como matéria-prima de suas criações.

Na ocasião do evento, será lançado um catálogo digital com as produções artesanais aprimoradas a partir da consultoria que os participantes receberam do “Manaus Feita à Mão”. A Associação Zagaia Amazônia ofereceu consultoria ao projeto com objetivo de potencializar a criação artesanal, por meio de um método de desenvolvimento de produtos que expresse originalidade e valorização da identidade cultural amazônica.

Capacitação

O projeto, que teve início em junho deste ano, ofereceu ao longo dos meses capacitação contínua, on-line e presencial aos participantes, preparando-os para o mercado do artesanato nacional e internacional, com desenvolvimento de novos produtos, originais e valorizando a identidade cultural dos participantes. Foram realizadas oficinas temáticas com foco nas tendências criativas para inovação no artesanato local, aprimoramento de produtos e orientações de como exportar e como identificar mercado fora do país e prospectar novos clientes.

A Associação Zagaia Amazônia, em parceria com a Semtepi, montou um conjunto de metodologias para formar, aperfeiçoar e levar excelência ao mercado artesanal para os 43 artesãos, selecionados pelo Departamento de Economia Solidária e Criativa da Semtepi. Entre os participantes, 21 artesãs fazem parte da Associação das Mulheres Indígenas do Alto Rio Negro (Amarn), 5 integram o Ateliê Derequine do Parque das Tribos, e 17 são artesãos urbanos de Manaus.

A capacitação e a consultoria realizada pela Zagaia aconteceram em parceria com a designer de produto Carol Oliveira, colaboradora de projetos do Studio Sérgio J. Matos. A parceria buscou estimular nos participantes, inclusive com a aquisição de matéria-prima, o desenvolvimento de novos produtos artesanais com a influência no design, na valorização das peças produzidas, buscando ampliar o público consumidor para o cenário nacional e com isso gerar mais perspectivas de faturamento para os artesãos.

Apoio

De acordo com Rozana Trilha, presidente da Zagaia Amazônia e coordenadora-geral do projeto, o processo de construção dessa coleção é a certeza de que novos processos e métodos vieram somar com a qualidade do artesanato já produzido pelos artesãos envolvidos no “Manaus Feita à Mão”.

“A nossa identidade cultural ribeirinha e indígena é o foco de inspiração para essa coleção dos artesãos, que receberam nossa capacitação profissional, consultoria para o desenvolvimento de produtos e oficinas temáticas. Isso garante um valor agregado e com possibilidades de alcançar novos mercados, dentro e fora do país. Nosso objetivo é trabalhar a cultura voltada para a floresta, ajudando os artesãos a expressar, por meio de seus trabalhos, todo o universo amazônico que existe dentro deles”, comentou.

— — —

Texto – Divulgação / Semtepi com informações da Associação Zagaia Amazônia

Fotos – Divulgação / Semtepi

Notícias relacionadas

Pesquisa Avançada

Utilize esta ferramenta para encontrar notícias de seu interesse