Notícias

Prefeitura de Manaus fecha ano com quase 1,6 milhão de metros quadrados licenciados em alvarás de construção

Os dados consolidados do licenciamento urbano da Prefeitura de Manaus apontam que 2021 terminou com quase 1,6 milhão de metros quadrados licenciados em novos alvarás de construção, emitidos pelo Instituto Municipal de Planejamento Urbano (Implurb).

 

 

 

 

Foram exatos 1.591.985,91 metros quadrados de janeiro a dezembro, uma variação positiva de 152%, quando comparado ao mesmo período de 2020: 632.096,30 metros quadrados.

 

“Temos uma equipe muito valorosa, experiente e qualificada, que deu prova de sua competência, da contribuição com a cidade, de como são verdadeiros profissionais e servidores públicos. Isso permitiu ao instituto atingir os números alcançados em maior licenciamento, volume de operações, melhoria no atendimento remoto e projetos desenvolvidos. Atuamos com indicadores de produtividade, focados em eficiência e meritocracia, bandeiras do prefeito David Almeida”, afirmou o diretor-presidente do Implurb, Carlos Valente.

 

Dezembro

 

No mês de dezembro passado foram 46% a mais em 2021, somando 155.603,50 metros quadrados contra 27.458 metros quadrados do ano anterior. Em todo o ano foram expedidos 1.194 documentos e dezembro fechou com 109 alvarás de construção (apenas 38 no ano anterior). Em 2020, o acumulado foi de apenas 540 licenças, o que representa um incremento de 121% para 2021.

 

A indústria da construção civil prevê um crescimento da ordem de 2% em 2022, conforme dados da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (Cbic) divulgados no mês passado, com forte incremento de investimento em infraestrutura. O setor passou a observar um ritmo mais acelerado nas obras, o que pôde ser visto no aumento de alvarás e novos Habite-se emitidos pelo Implurb.

 

Conforme dados da Divisão de Aprovação de Projetos (Diap), de janeiro a dezembro foram expedidas 570 certidões de Habite-se, contra 394 de 2020, o que dá um acumulado de 45%. Em dezembro foram 51 documentos, sendo 35 de 2020.

 

Em relação à área licenciada, o Habite-se somou no ano todo quase 1 milhão de metros quadrados, ou exatos 993.097,06 metros quadrados, tendo crescimento de 105% no período comparado a 2020: 484.763,70 metros quadrados.

 

“Estamos evoluindo no licenciamento de projetos, tanto na área urbanística quanto na tributária e ambiental. O Implurb está buscando, junto com os órgãos licenciadores, alcançar a meta definida pelo prefeito David Almeida, em trabalho com o Conselho Municipal de Gestão Estratégica (CMGE)”, afirmou Valente.

 

— — —

Texto – Claudia do Valle / Implurb

Fotos – Marinho Ramos / Arquivo Semcom

Disponíveis em – https://flic.kr/s/aHsmWJraSv

Notícias relacionadas

Pesquisa Avançada

Utilize esta ferramenta para encontrar notícias de seu interesse