Notícias

Prefeitura de Manaus encerra jogos do Jaavas com circuito psicomotor

Com a participação de várias instituições, entre escolas municipais, estaduais e particulares, a Prefeitura de Manaus realizou, nesta quarta-feira, 25/8, o terceiro e último dia de provas da 10ª edição dos Jogos Adaptados André Vidal de Araújo (Jaavas). A ação contou com o circuito psicomotor, que envolveu atividades pedagógicas e a apresentação do basquetebol em cadeiras de rodas, com as equipes Falcons e Tigres do Norte. A programação, que contou com 150 alunos da educação especial, ocorreu na quadra 2 da Vila Olímpica de Manaus, zona Oeste. O tema deste ano é ”Inclusão: um processo construído por todos”.

 

 

De acordo com a coordenadora do Jaavas, Shirley Amaral, o encerramento dos jogos, além da participação dos alunos, escolas e instituições, tem uma conotação pedagógica fora do ambiente escolar.

“É um circuito psicomotor, onde as crianças têm que cumprir várias estações, que trabalham as valências psicomotoras e a socialização entre eles. Nosso intuito é fazer com que os professores que estão participando, também trabalhem essas atividades nas escolas, onde possam divulgar, incluir, fazendo com que a unidade participe e inclua melhor a pessoa com deficiência”, comentou.

Com apenas um aluno com deficiência intelectual, a escola municipal Olga Figueiredo, bairro Alfredo Nascimento, zona Leste, participa há três anos do Jaavas. Para a professora de Educação Física, Maria Estela Ribeiro Beltrão, os jogos para as crianças da modalidade de ensino são fundamentais.

“A educação física em si é muito importante para o desenvolvimento dessas crianças. Primeiro porque fazem isso em outros ambientes, outros lugares, ainda mais esses alunos que são muito bons de atletismo. Participar do circuito faz muito bem para a parte motora, é o desenvolvimento completo, tanto intelectual quanto físico. A rotina faz parte da vida deles, mas é muito bom trazermos eles, porque vão começando a mudar seu comportamento de lidar em outros lugares diferentes, que não sejam o habitat deles”, contou.

A coordenadora do programa “Viva as Diferenças”, Wiviane Ferreira, da Subsecretaria Municipal de Esporte e Lazer (Semjel), há nove anos participa do Jaavas. Para a educadora, a realização do evento tem uma relevância muito grande para os alunos.

“Acho de fundamental importância o Jaavas, pois vem mostrar e trazer para a cidade e o estado em geral a participação da pessoa com deficiência em diversas modalidades. Este ano, por conta da pandemia da Covid-19, foi bem reduzido, mas se pode perceber que a participação ainda foi grande. Quando se fala de esporte, nós falamos de saúde, que trabalha, além de todo o cognitivo, com a socialização das pessoas com deficiência com os demais participantes”, comentou.

O aluno Jefferson Eliab de Oliveira, 13, do Centro Educacional Estrela do Amanhã, unidade de ensino que representa a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae), de Iranduba, já participa dos jogos desde 2014. Ele disse que ficou feliz pela interação com outros colegas no atletismo e no circuito psicomotor.

“Esses jogos são uma forma de mostrar como eu sou para outras pessoas, porque se não fosse o Jaavas iria ficar dentro de casa e sem fazer nada. Aqui é uma forma de mostrar meu potencial. Eu gosto de participar da bocha e das corridas, sem contar que é bom conhecer outras pessoas e a história das outras crianças”, concluiu.

 

Programação


A abertura dos jogos aconteceu na segunda-feira, 23/8, com a “Corrida do Abracinho”, no complexo turístico Ponta Negra, zona Oeste da cidade. A programação teve ainda as provas de atletismo com salto em distância e arremesso de pelota, na Vila Olímpica de Manaus.

Nesta quinta-feira, 26, às 8h, será realizada a palestra sobre estímulo e avaliação também pelo canal Semed Educação Manaus, no YouTube.

A programação será finalizada no dia 27, com a caminhada “Passos para inclusão”, realizada no Parque Municipal do Idoso (PMI), zona Centro-Sul, onde terá uma série de atividades, entre elas um culto ecumênico, às 8h.

 

— — —

Texto – Paulo Rogério / Semed

Fotos – Cleomir Santos / Semed

Disponíveis em –  https://flic.kr/s/aHsmWtNAmn

 

Notícias relacionadas

Pesquisa Avançada

Utilize esta ferramenta para encontrar notícias de seu interesse