Notícias

Prefeitura de Manaus encerra 10ª edição dos Jogos Adaptados André Vidal de Araújo com culto ecumênico

A Prefeitura de Manaus encerrou a 10ª edição dos Jogos Adaptados André Vidal de Araújo (Jaavas), promovida pela Secretaria Municipal de Educação (Semed), nesta sexta-feira, 27/8, com um culto ecumênico realizado no auditório do Parque Municipal do Mindu, Parque 10, zona Centro-Sul. Com o tema ”Inclusão: um processo construído por todos”, a programação do último dia contou ainda com a entrega de troféus para as escolas participantes da rede pública e ainda um aulão.

 

 

A ação foi alusiva à programação da Semana da Pessoa com Deficiência (PcD), teve o objetivo de promover a inclusão por meio do esporte e educação, além de ampliar as oportunidades de socialização e aquisição de hábitos saudáveis.

A coordenadora do Jaavas, Shirley Amaral, destacou a importância da programação que reuniu alunos, pais, educadores e todos que trabalham dentro da educação especial, para seu desenvolvimento dentro da rede municipal.

“Os nossos dias foram bem movimentados, porque é importante a gente terminar a semana agradecendo a Deus por celebrar mais um ano de vida, mais um ano da Semana Nacional da Pessoa com Deficiência, mas um ano de superação. Essa é a palavra desse ano: superação. Em 2021 atendemos poucos alunos, foi um ano que nós nos prevenimos muito com relação ao Covid-19, enfim, foram poucos alunos inscritos, mas nós não deixamos de fazer uma semana bem animada”, contou.

Para a gerente da Educação Especial da Semed, Francemary Maia de Lima, o programa do Jaavas faz parte de toda as semanas em que se comemora a Semana Nacional das Pessoas com Deficiência desse segmento da sociedade.

“Nós tivemos uma programação variada com palestras, jogos e, agora, com o culto ecumênico no encerramento. O Jaavas é um dos eventos que nós fazemos nesse período da semana, onde houve o retorno das nossas crianças aos jogos adaptados. Diante de todo esse quadro em que nós vivemos, recomeçar a partir dos jogos, da inclusão desses alunos, principalmente agora em meio às paraolimpíadas, isso é muito importante para o nosso aluno com deficiência”, disse.

 

Participação


A escola municipal André Vidal de Araújo, na Vila Amazonas, Parque 10, zona Centro-Sul, participou dos jogos com 20 alunos no atletismo. Para a gestora Mônica Pinheiro, as atividades na programação do Jaavas são um complemento do aprendizado aos alunos fora da sala de aula.

“Nossos alunos têm demonstrado, através das atividades desportivas, que podem apresentar as habilidades que eles já estão desenvolvendo, tanto em sala de aula, quanto apresentando fora de sala. Por exemplo, na Vila Olímpica cada um mostrou as suas habilidades, alguns correndo, outros fazendo atividades direcionadas pelos nossos profissionais de educação física, mas o importante é que eles participaram do jeito deles”, contou.

Com a participação de dez alunos no Jaavas, a escola municipal Isabel Victoria, bairro Colônia Terra Nova, zona Norte, que participa há cinco anos, foi uma das unidades de ensino que mais estiveram presentes na programação. Para a professora da Sala de Recursos, Andrea Paiva dos Santos, o evento tem um significado muito grande.

“É fundamental para os alunos terem todo esse envolvimento, na qual o culto ecumênico é um momento de confraternização, onde também todas as escolas são lembradas, foram homenageadas com troféus, e os alunos ficaram muito felizes quando receberam as medalhas, porque é uma conquista como se estivessem ganhados realmente um prêmio em alguma competição”, disse.

 

— — —

Texto – Paulo Rogério / Semed

Fotos – Cleomir Santos / Semed

Disponíveis em – https://flic.kr/s/aHsmWv2prN

 

Notícias relacionadas

Pesquisa Avançada

Utilize esta ferramenta para encontrar notícias de seu interesse