Notícias

Prefeitura de Manaus certifica 50 participantes do Projeto Qualifica Artista Manauara

A Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal do Trabalho, Empreendedorismo e Inovação (Semtepi), em parceria com a Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult) e o Conselho Municipal de Cultura (Concultura), certificou nesta sexta-feira, 18/3, mais 50 artistas que participaram do Projeto “Qualifica Artista Manauara: o sucesso depende de você”, no anexo do Escritório do Empreendedor, localizado na rua Miranda Leão, Centro, zona Sul.

 

 

 

 

O projeto, realizado em parceria com o Programa Municipal de Formação Artístico e Cultural (Promfac), tem como objetivo ofertar capacitação e qualificação profissional para todos os artistas residentes em Manaus, atuantes nos diversos segmentos da arte.

 

Nesta quinta edição, os participantes receberam a oficina “Portfólio Artístico: da Teoria à Prática” que, por sua vez, foi ministrada presencialmente e contou com a presença dos representantes das entidades envolvidas nas parcerias do projeto.

 

“Tenho muito orgulho de participar dessas ações por fazermos parte da administração do prefeito David Almeida, que está com mais de 90% de aprovação. A nossa secretaria tem trabalhado incansavelmente na qualificação, uma vez que ela é vinculada ao mercado de trabalho para que aquele empreendedor consiga prosperar. Então fico muito satisfeito de ver as turmas, mas queremos muito que os artistas da nossa região aproveitem mais essas oportunidades. Acreditem no trabalho da prefeitura, onde o trabalho não para”, salientou o subsecretário de Assuntos Operacionais da Semtepi, Gustavo Igrejas.

 

De acordo com a diretora do Departamento de Qualificação Profissional da Semtepi, Rayana Pinho, essa não será a última edição do projeto.

 

“A meta é propor, todos os meses, temas diferentes para conseguir abordar e atender toda a classe artística. Os próximos editais serão de elaboração e criação de projetos para ensiná-los a concorrer a editais que têm verbas. Estamos trabalhando para prepará-los, então fiquem atentos”, declarou.

 

Para o artista indígena, cantor e músico, Railson Félix, 43, a oficina agregou conhecimento profissional e pessoal. Ele também ressalta a importância do projeto para sua categoria.

 

“É ótimo aprender melhor sobre portfólio, porque precisamos dele. Sentia muita dificuldade, mas agora ficou esclarecido. Achei bem fácil depois, tanto é que eu não precisei escrever, só na minha mente fui construindo. Isso vai ajudar muito no meu segmento. Recomendo esse curso com certeza, é importante para todos”, declarou.

 

— — —

Texto – Fabiane Monteiro / Semtepi

Fotos – Divulgação / Manauscult

 

Notícias relacionadas

Pesquisa Avançada

Utilize esta ferramenta para encontrar notícias de seu interesse