Notícias

Prefeitura abre programação alusiva ao Dia Mundial de Conscientização do Autismo

A Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal da Mulher, Assistência Social e Cidadania (Semasc), realizou, nesta sexta-feira, 1º/4, a abertura oficial da programação alusiva ao Dia Mundial de Conscientização do Autismo, celebrado no dia 2/4, neste sábado. A solenidade aconteceu no auditório da prefeitura, localizado no bairro Compensa, zona Oeste.

 

01.04.22 - Prefeitura de Manaus abre programação alusiva ao Dia Mundial de Conscientização do Autismo nesta sexta-feira

 

A abertura integra a campanha municipal de conscientização sobre o Transtorno do Espectro Autista (TEA) na capital, que contará com várias atividades voltadas para a conscientização e combate ao preconceito.

“Para celebrar este mês, criamos uma programação diferenciada, com diversas atividades. Além de trazermos a mensagem da inclusão, queremos informar a população sobre os serviços que são oferecidos pela Prefeitura de Manaus para as pessoas que têm o Transtorno do Espectro Autista. É por meio da informação e da sensibilização que iremos superar a discriminação e o preconceito”, destacou a secretária da Semasc, Jane Mara Moraes.

Entre as ações está a “Caminhada Azul”, que será realizada na Ponta Negra, no próximo dia e reunirá toda a rede de atendimento ao autista.

A programação também contempla atividades físicas, lúdicas, palestras e debates. As atividades estão sendo organizadas pelo Espaço de Atendimento Multidisciplinar ao Autista Amigo Ruy (Eamaar), além dos Departamentos de Proteção Social Básica (DPSB) e Proteção Social Especial (DPSE), da Semasc, juntamente com as secretarias municipais de Educação (Semed), de Saúde (Semsa) e Subsecretaria Municipal de Juventude, Esporte e Lazer (Semjel).

“Promovemos uma verdadeira mudança no Eamaar, tanto no que diz respeito aos atendimentos quanto na estrutura física do espaço. Além do tratamento com uma equipe multidisciplinar, promovemos intervenções que possam desenvolver a qualidade de vida do autista. Implantamos, por exemplo, o caminho sensorial. Esse tipo de terapia vai oferecer exercícios específicos, tratando a desordem individualmente, de acordo com o déficit sensorial de cada paciente”, pontuou o diretor do Eamaar, Alexandre Mascarenhas.

Vanessa Santana, que é a mãe de um menino autista, destacou a importância do Eamaar. “Quando eu descobri, foi um choque. Mas, quando entrei no Eamaar entendi o significado do autismo e como lidar com o meu filho. Quando ele chegou aqui, mal se alimentava e hoje ele tem uma vida muito diferente. Eu só tenho a agradecer”, concluiu.

— — —

Texto – André Luiz / Semasc

Fotos – Antônio Pereira / Semcom

Disponíveis emhttps://flic.kr/s/aHBqjzHZuW

Notícias relacionadas

Pesquisa Avançada

Utilize esta ferramenta para encontrar notícias de seu interesse