Notícias

Organizações da Sociedade Civil recebem visita da Prefeitura de Manaus após celebração de Termo de Fomento

A Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal da Mulher, Assistência Social e Cidadania (Semasc), visitou, na manhã desta segunda-feira, 23/8, duas Organizações da Sociedade Civil (OSC): o Instituto Desafio Jovem de Manaus, localizado no bairro Petrópolis, zona Sul, e a Acolhimento, localizada no bairro Alvorada, após celebração de Termos de Fomento. As duas entidades atendem população em situação de vulnerabilidade social.

 

 

 

 

O Instituto Desafio Jovem Manaus acolhe homens com idade entre 18 e 59 anos, oferecendo abrigo a pessoas em situação de vulnerabilidade, que em grande parte são dependentes químicos ou pessoas em situação de rua. Com a instituição foi assinado o Termo de Fomento n° 08/2021 para a execução do projeto “Acolher e Suprir”, com objetivo de manter a manutenção e melhoria no atendimento aos 49 abrigados nos Serviços de Acolhimento Institucional e Comunidade Terapêutica Acolhedora da OSC. A emenda parlamentar é do ex-vereador Elias Emanuel, que destinou R$ 40 mil ao projeto.

 

“Uma das áreas que o prefeito David Almeida pediu que estivéssemos presentes foi com as Organizações da Sociedade Civil e também que valorizássemos os vereadores que tiveram o olhar sensível de destinar emendas parlamentares, para que as instituições possam continuar suas atividades”, afirmou a secretária da Semasc, Jane Mara Moraes.

 

“Esse recurso vem ajudar muito na prestação de serviços na área da assistência social e precisa ser executado em sua totalidade. São materiais que são comprados e que vão melhorar o trabalho que é realizado junto às famílias mais vulneráveis”, declarou o autor da emenda, Elias Emanuel.

 

A diretora executiva do Desafio Jovem, Josani Pirangy, explicou que a entidade oferece, além de acolhimento, cursos e treinamentos para a inserção no mercado de trabalho.

 

“Aqui temos o abrigo que trabalha com os acolhidos, que vem de situação de rua e eles têm liberdade para ir e vir quando quiserem. Eles têm acesso a treinamentos, fazem cursos e oficinas, que oferecemos juntamente com parceiros, como forma de recolocação desses homens no mercado de trabalho”, pontuou

 

ONG Acolhimento

 

O Termo de Fomento n° 017/2021 destinou o valor de R$ 70 mil à Organização Não Governamental (ONG) Acolhimento, por meio de emenda parlamentar do vereador Professor Samuel Monteiro, para a realização do projeto “Vida por Vidas”, que adquiriu materiais permanentes para garantir o atendimento às famílias em situação de vulnerabilidade econômica e social, no fortalecimento de vínculo familiar, e nas oficinas que serão desenvolvidas e que darão autonomia a 60 famílias cadastradas.

 

A entidade executa serviços de proteção social básica, de convivência, fortalecimento de vínculos, ações de defesa e garantia de direitos, além de desenvolvimento de ações de monitoramento e controle popular sobre o alcance de direitos.

 

“A emenda contempla matérias permanentes para o bom desenvolvimento do projeto Vida por Vidas com cursos de qualificação profissional e geração de renda na reestruturação da sociedade em período pandêmico”, explicou a psicóloga e coordenadora de projetos da ONG Acolhimento, Márcia Protázio.

 

Com o valor recebido foram adquiridos materiais para uso no local como notebook, impressora, computador, caixas de som, projetor, gravador digital de vídeo, entre outros, que vão auxiliar no desenvolvimento das atividades.

 

 

— — —

Texto – Fabiana Araújo / Semasc

Foto –  Divulgação / Semasc

Notícias relacionadas

Pesquisa Avançada

Utilize esta ferramenta para encontrar notícias de seu interesse