Notícias

Metas prioritárias e plano de ação da Semad são apresentados

Em 2021, a Secretaria Municipal de Administração, Planejamento e Gestão (Semad), da Prefeitura de Manaus, irá atuar na melhoria dos índices de seis metas prioritárias, visando atingir excelência nos serviços prestados à municipalidade e à população. Nesta terça-feira, 30/3, o plano de ação da pasta foi apresentado a gestores e representantes de departamentos e órgãos vinculados à Semad, em reunião realizada no auditório da Casa Militar, zona Oeste.

 

 

Alinhadas às diretrizes do prefeito David Almeida, as metas compreendem o plano de governo da atual gestão, o planejamento estratégico do município, além dos propósitos organizacionais e regimento interno da secretaria. O escopo do projeto também obedece critérios estabelecidos em políticas públicas municipais e na legislação.

 

“A ideia é exatamente construir esse plano de forma coletiva com os departamentos da Semad. Com orientações do prefeito David Almeida e do secretário Ebenezer Bezerra, a equipe de planejamento da secretaria vem trabalhando intensamente, não só para consolidar os projetos de interesse, mas também para desenvolver as melhores práticas de gestão cabíveis”, destacou o subsecretário de Planejamento e Gestão de Pessoas, Lucas Bandiera, que representou o titular da Semad, Ebenezer Bezerra, durante o encontro.

 

Entre a série de medidas a serem cumpridas ao longo do ano, seis indicadores estão sendo empregados como prioridades: índice de satisfação com o Serviço de Assistência à Saúde dos Servidores Públicos do Município de Manaus (Manausmed); valor de gastos com contas públicas; número de servidores e agentes públicos capacitados; índice de alunos contemplados em programas socioeducacionais; índice de automação dos processos da Junta Médico-Pericial do Município (JMPM); valor de redução com locação de imóveis.

 

Para garantir o êxito das ações, os departamentos e órgãos vinculados à pasta serão acompanhados pelo Departamento de Planejamento (DPLA) da Semad, cujo trabalho será pautado na coordenação e acompanhamento de 68 ações a serem executadas, além do gerenciamento de riscos. Durante a reunião, o diretor do DPLA, Leôncio Oliveira, apresentou aos gestores conceitos e ferramentas administrativas, que poderão auxiliar num melhor monitoramento das atividades.

 

“As ações consistem em restabelecer a rotina departamental, desenvolver a cultura de planejamento, modernizar processos administrativos e de gestão, revisar e adequar a estrutura organizacional, capacitar e desenvolver servidores, e criar um banco de dados de projetos, convênios e parcerias desenvolvidas no âmbito do Poder Executivo”, ressaltou o diretor do DPLA, Leôncio Oliveira.

– – –

Texto Adrisa de Góes / Semad

Foto Syrrames Nobre / Semad

Notícias relacionadas

Pesquisa Avançada

Utilize esta ferramenta para encontrar notícias de seu interesse