Notícias

Manaus reduz os registros de dengue no mês de abril

Os casos notificados e confirmados de dengue em Manaus apontam uma redução no mês de abril, em relação ao mesmo período do ano passado. Dados da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) mostram que, em comparação com o mesmo período de 2019, a capital registrou em abril uma redução de 28,87% nas notificações de dengue, com 170 casos. Em relação aos casos confirmados, Manaus registrou em abril 33 casos, quando no ano passado foram 30 confirmações da doença, com um aumento de 10%.

 

Manaus reduz os registros de dengue no mês de abril
O secretário municipal de Saúde, Marcelo Magaldi, atribui esses índices ao trabalho que a Prefeitura de Manaus vem fazendo na área de saneamento e infraestrutura em toda a cidade. “Por orientação do prefeito Arthur Virgílio Neto, as ações de limpeza e drenagem são realizadas permanentemente e estão colaborando com a redução dos casos de dengue. Mas é necessário que a população tenha consciência da necessidade de manter a prevenção à doença, e aproveitar esse momento de distanciamento social para fazer a limpeza e aplicar o checklist dos 10 minutos contra o Aedes”, ressalta Magaldi.

 

De acordo com a gerente de Vigilância Ambiental da Semsa, enfermeira Alinne Antolini, a redução nas notificações de casos suspeitos mostra a tendência para um menor número de casos confirmados em Manaus, considerando que no mês de março as notificações chegaram a apresentar um aumento de 66,87%, em relação a março de 2019.

 

“Os primeiros cinco meses do ano são considerados como o período sazonal para as doenças transmitidas pelo Aedes aegypti, quando ocorre acréscimo nos casos devido ao período chuvoso, mas este ano houve uma preocupação maior por conta da epidemia da doença em todo o país. Além disso, com a pandemia da Covid-19, há um risco maior para a saúde da população com a associação das duas doenças, por isso é com alívio que observamos a tendência na redução de notificação de dengue”, informa Alinne.

 

Os dados da Semsa mostram ainda que a tendência de redução vem sendo mantida no mês de maio, com 11 casos confirmados até a última terça-feira, 12. Segundo Alinne, com a manutenção desse ritmo de registro em maio, o mês também encerrará com uma redução ou estabilização de casos, sendo importante que a população mantenha a atenção e contribua, eliminando os possíveis focos de proliferação do Aedes, que em sua maioria são encontrados dentro dos imóveis.

 

Em Manaus, os bairros que mais concentraram casos confirmados de dengue este ano foram: Petrópolis, Redenção, Novo Aleixo, Coroado, Nova Cidade, São Jorge, Flores, São José Operário e Alvorada.

 

“Com os serviços de saúde direcionados prioritariamente para o combate à Covid-19, a Semsa manteve as atividades de rotina para a prevenção e controle da dengue, especialmente nos locais de maior registros de casos. É um trabalho que, mesmo com a sobrecarga na rede de saúde, a Semsa tem assegurado para a população da melhor forma possível”, informa Alinne, lembrando que, ao contrário de dengue, Manaus registrou, entre janeiro e abril, redução de casos confirmados de zika (-32,25%) e de chikungunya (-84,61%).

— — —

Texto – Eurivânia Galúcio/Semsa
Foto – Arquivo/Semcom

Notícias relacionadas

Pesquisa Avançada

Utilize esta ferramenta para encontrar notícias de seu interesse