Notícias

Lista de nomes do Auxílio Manauara passa por análise minuciosa

Após a publicação da lista de aprovados no programa Auxílio Manauara e as denúncias a respeito de nomes considerados estranhos, a Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal da Mulher, Assistência Social e Cidadania (Semasc), reforçando as ações de transparência nos trâmites do benefício, iniciou um levantamento para identificar inconsistências relacionadas aos nomes.

 

Lista de nomes do Auxílio Manauara passa por análise minuciosa

 

Durante a análise foi constatado que nomes como “Acidente dos Santos Ferreira”, na verdade é “Audirene dos Santos Ferreira”; “Brócolis Rosane de Souza” é “Neocília Dozane de Souza”; “Malandra dos Santos Sidou” é “Nayandra dos Santos Sidou”; “Surdo Souza Pereira” é “Suedi Souza Pereira”; entre outros nomes que foram inseridos de forma equivocada pelos declarantes.

 

“Acreditamos que no processo de inscrição pelo celular, o corretor ortográfico tenha feito a alteração do nome e a pessoa não tenha percebido o erro na digitação. As nossas bases de dados iniciaram a avaliação descartando os CPFs inativos, inválidos ou de pessoas mortas. Só neste processo, tivemos quase cem mil inscrições invalidadas. A partir dos cadastros válidos fomos desclassificando quem recebia benefícios previdenciários, seguro-desemprego, tinha renda per capita superior a R$ 178, entre os outros critérios de não elegibilidade”, afirmou a secretária da Semasc, Jane Mara Moraes.

 

Todos os 40 mil cadastros aprovados têm informações fotográficas do RG e CPF, validando a inscrição. São critérios para não receber o Auxílio Manauara: ter emprego formal ativo; família ter renda per capita acima de R$ 178; estar recebendo seguro-desemprego ou benefícios previdenciários, assistenciais ou benefícios de transferência de renda federal ou estadual, com exceção do Bolsa Família.

 

“O processo de inscrição é totalmente autodeclaratório. Muitos cadastros foram reprovados imediatamente porque a pessoa declarou renda incompatível com os critérios do programa, por exemplo. A questão de nomes digitados de forma incorreta não invalida a lista existente, já que os CPFs estão ativos, são de pessoas residentes em Manaus e que estão dentro dos critérios de elegibilidade”, explicou a diretora jurídica da Semasc, Valéria Litaiff.

 

“As pessoas que se inscreveram, atenderam aos critérios do programa e foram selecionadas, vão receber o benefício. Para nós é importante que a população continue acompanhando, fiscalizando, para que a gente cumpra a determinação do prefeito David Almeida, que é o de levar renda para quem mais precisa”, concluiu Jane Mara.

 

Atendimento

A Semasc continua acompanhando todas as situações que estão sendo enviadas para a secretaria. Dúvidas e denúncias podem ser feitas por meio do Disque-Auxílio Manauara nos números 98842-4777 e 98842-1018. Caso seja confirmada algum tipo de fraude na declaração para o recebimento do benefício, a Procuradoria Geral do Município será acionada para a adoção das medidas cabíveis.

— — —

Texto – Leonardo Fierro/Semasc

Notícias relacionadas

Pesquisa Avançada

Utilize esta ferramenta para encontrar notícias de seu interesse