Notícias

CMS-Manaus homologa resultado do processo eleitoral para conselheiros municipais de saúde

Em Assembleia Geral Extraordinária, realizada na manhã desta quarta-feira, 15/6, no Complexo de Saúde Oeste, no conjunto Santos Dumont, bairro da Paz, o Conselho Municipal de Saúde (CMS-Manaus) homologou o resultado final das eleições para conselheiros municipais de saúde no mandato de 2022-2025.

 

 


 

 

Com 32 vagas disponíveis para conselheiros titulares, além dos respectivos suplentes, o processo eleitoral envolveu gestores, trabalhadores e usuários do Sistema Único de Saúde (SUS), preenchendo um total de 26 vagas. A posse dos novos conselheiros vai ocorrer no dia 29/6, em cerimônia realizada no auditório da Prefeitura de Manaus, na Compensa, zona Oeste.

 

Segundo o presidente do CMS/Manaus, conselheiro Jorge Carneiro, o número de vagas ocupadas garante o quórum qualificado necessário para a execução de todas as atividades do Conselho de Saúde no âmbito do município de Manaus.

 

“Considero que o envolvimento da população no processo eleitoral foi excelente, com uma participação muito efetiva das entidades no segmento dos usuários. Isso demonstra que o controle social continua vivo, atuante e forte como um dos pilares do Sistema Único de Saúde, o SUS. Além do quórum qualificado, também conseguimos um balanço na paridade nos segmentos do SUS, que é o equilíbrio entre usuários, gestores e trabalhadores”, destacou, lembrando que uma eleição complementar deve ser realizada para finalizar o processo para as vagas ainda não ocupadas.

 

O CMS/Manaus é composto por 32 conselheiros titulares, além de respectivos suplentes, sendo oito vagas para representantes do governo e de entidades prestadoras de serviços de saúde (25%); oito escolhidos entre entidades representantes de trabalhadores de saúde (25%); e 16 representantes de usuários do SUS (25%).

 

A subsecretária de Gestão da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), conselheira Aldeniza Araújo, explicou que os conselheiros municipais de saúde atuam em parceria com a Semsa, apoiando o processo de gestão das unidades de saúde, em um trabalho integrado que visa fortalecer a participação social no SUS.

 

“A parceria entre gestores, profissionais de saúde e usuários ajuda a melhorar os serviços oferecidos na ponta, fortalecendo a Atenção Primária à Saúde, para que ela seja cada vez mais robusta e resolutiva no atendimento às necessidades da população”, afirmou a subsecretária.

 

Para vagas no segmento de gestores, houve a indicação de representantes titulares e suplentes da Semsa nas áreas Administrativa, Atenção Primária, Redes de Atenção, Vigilância Epidemiológica e Vigilância Sanitária, e Urgência e Emergência; e aclamação de representantes de governo e de entidades prestadoras de serviços de saúde (Ministério da Saúde e Sustentabilidade Empreendedorismo e Gestão em Saúde do Amazonas – Segeam).

 

No segmento de trabalhadores, a eleição por aclamação foi de representantes de Sindicato dos Trabalhadores Públicos da Área da Saúde do Estado do Amazonas; e para representantes do Sindicato dos Médicos do Amazonas, Conselho Regional de Serviço Social, Sindicato dos Farmacêuticos do Amazonas, Sindicato dos Condutores de Ambulância do Estado do Amazonas, Sindicato dos Agentes Comunitários de Saúde do Amazonas e Sindicato dos Fiscais de Saúde do Município de Manaus.

 

Na eleição para conselheiros do segmento de usuários, entre titulares e suplentes, foram eleitos representantes das seguintes entidades: Associação Comunitária Esportiva do Parque das Laranjeiras, Centro Social e Educacional do Lago do Aleixo, Associação de Moradores do Bairro Armando Mendes, Associação Assistencial Ágape do Morro da Liberdade, Associação Comunitária Rural Boa Vida, Associação Comunitária Rural Novo Paraíso – PA/Tarumã Mirim, Associação Comunitária dos Produtores Rurais da Comunidade Julião, Organização Não Governamental (ONG) Pata – Proteção, Adoção e Tratamento Animal, Associação Difusão Amazonas, União Brasileira de Mulheres – Seção Amazonas, Movimento Pardo-Mestiço Brasileiro, Humaniza Coletivo Feminista e Coordenação dos Povos Indígenas de Manaus e Entorno.

 

— — —

Texto – Eurivânia Galúcio / Semsa

Fotos – Divulgação/Semsa

Notícias relacionadas

Pesquisa Avançada

Utilize esta ferramenta para encontrar notícias de seu interesse