Notícias

César da Silva Campos, Elizabete Cavalcante de Azevedo Cruz e Heraldo Richardson Marques Ayres Teixeira

O prefeito de Manaus, David Almeida, manifestou, nesta quarta-feira, 20/1, profundo pesar pelas mortes de Cesar da Silva Campos, 73 anos, irmão do deputado estadual Sinésio Campos; da servidora da Secretaria Municipal de Educação (Semed) Elizabete Cavalcante de Azevedo Cruz, 63 anos; e do capitão da Polícia Militar do Amazonas, Heraldo Richardson Marques Ayres Teixeira, 52 anos. Os três óbitos, em decorrência da Covid-19.

 

 

 

 

“Lamento profundamente essas três perdas irreparáveis. São mais três famílias enlutadas por quem eu manifesto minha solidariedade em nome de todos os servidores da Prefeitura de Manaus e estendo às demais famílias manauaras que estão passando por essa dor pela partida de um ente querido. Já demos o primeiro passo para a imunização da população, mas precisamos, ainda, continuar com as medidas de prevenção para barrar a transmissão do vírus”, disse o prefeito David Almeida.

Cesar, que era construtor civil e natural de Santarém, no Estado do Pará, faleceu na noite de ontem, 19/01, em Manaus.

Elizabete era servidora da Semed há 18 anos, foi chefe da Divisão Distrital Oeste e atualmente estava na assessoria pedagógica do Departamento de Gestão Educacional. Ela faleceu nesta quarta-feira, 20/01, e deixa marido, uma filha e um neto.

Heraldo, que nasceu em Manaus, serviu à sociedade, por meio da Polícia Militar, também veio a óbito nesta quarta-feira, era casado e deixa dois filhos e cinco netos.

Notícias relacionadas

Pesquisa Avançada

Utilize esta ferramenta para encontrar notícias de seu interesse