Notícias

Ageman notifica Manausluz por atraso na apresentação de informações sobre metas do contrato de iluminação pública

A Agência Reguladora dos Serviços Públicos Delegados do Município de Manaus (Ageman) notificou a empresa Manausluz pelo atraso na apresentação de informações sobre as metas do contrato do Sistema de Iluminação Pública da cidade. As informações são essenciais, para que o órgão regulador promova uma fiscalização mais efetiva do serviço.

 

 

 

 

Conforme a notificação, a Ageman concedeu prazo de 15 dias, para que a concessionária Manausluz preste informações referentes ao crescimento vegetativo do sistema de iluminação pública, obras de terceiros e demanda reprimida solicitada.

 

A agência reguladora já havia solicitado os dados, no entanto, as informações prestadas pela empresa Manausluz foram insuficientes, o que levou o órgão regulador a notificar a empresa.

 

Caso a concessionária não apresente as informações no prazo estabelecido, a Ageman poderá advertir e consequentemente multar a concessionária.

 

“De posse dessas informações, conseguimos aferir com mais precisão as metas previstas no contrato de concessão”, explicou o diretor de Iluminação Pública e Eficiência Energética da Ageman, Everaldo Leal.

 

Somente neste ano, a Ageman já aplicou dez notificações contra a concessionária, quatro advertências e uma multa.

 

Atualmente, a cidade de Manaus possui 129.673 pontos de iluminação, dos quais mais de 70% já estão com lâmpadas a LED. O Plano de Modernização e Eficiência Energética da Iluminação Pública de Manaus tem como principal meta tornar a capital amazonense iluminada em 100% no sistema de LED.

 

 

— — —

Texto – Tereza Teófilo / Ageman
Foto – Divulgação / Ageman

Notícias relacionadas

Pesquisa Avançada

Utilize esta ferramenta para encontrar notícias de seu interesse