Notícias

Ageman notifica Águas de Manaus por rompimentos consecutivos nas redes da avenida Marciano Armond

Os seis rompimentos registrados ao longo dos últimos três anos na adutora de 500 milímetros que passa ao longo da avenida Marciano Armond, na zona Sul de Manaus, levaram a Agência Reguladora dos Serviços Públicos Delegados do Município de Manaus (Ageman) a notificar a concessionária Águas de Manaus.

 

 

Conforme relatório técnico elaborado recentemente pelos engenheiros da Diretoria Técnica de Concessões, Obras e Saneamento da Ageman, mesmo a empresa tendo providenciado a implantação de válvulas ventosas, a rede continua apresentando problemas, o que tem levado a empresa a promover serviços de manutenção emergencial e consequente desabastecimento e prejuízos aos usuários da zona Sul de Manaus.

 

O último episódio foi registrado na manhã do dia 24 de setembro deste ano, quando houve rompimento em parte do trecho da rede que abastece o bairro Petrópolis.

 

Na inspeção realizada pela equipe técnica da Ageman, a estrutura da rede apresenta sinais visíveis de incrustações ou de corrosão.

 

Considerando a obrigação da empresa em prestar os serviços de modo a atender as necessidades de interesse público, correspondendo às exigências de qualidade, continuidade, regularidade, eficiência, generalidade, cortesia na sua prestação, segurança e modicidade das tarifas, conforme o contrato de concessão dos serviços de abastecimento de água e esgotamento sanitário, a agência reguladora municipal notificou a concessionária e concedeu um prazo de 20 dias para que a empresa apresente um cronograma dos estudos visando à substituição do trecho da rede localizado entre o Reservatório do Mocó, em Adrianópolis, até a rua General Carneiro, no bairro Cachoeirinha.

 

“Essas interrupções estão se tornando constantes e são muito prejudiciais para o usuário, que chega a ficar desabastecido por longos períodos. A empresa fez algumas melhorias, mas, pelo que estamos observando, os rompimentos continuam e, como determinou o prefeito David Almeida, estamos acionando a concessionária para que nos informe a programação operacional referente ao procedimento de mudança da rede”, afirmou o diretor-presidente da Ageman, Fábio Alho.

 

— — —

Texto – Tereza Teófilo/Ageman

Fotos – Divulgação/Ageman

 

 

Notícias relacionadas

Pesquisa Avançada

Utilize esta ferramenta para encontrar notícias de seu interesse