Cidade

O que ver e fazer em Manaus

Única em suas singularidades, que vão da exótica e complexa biodiversidade amazônica à agitada vida urbana e meio a portentosos prédios e monumentos históricos, Manaus reflete uma atmosfera ímpar em suas diversas manifestações culturais. Seja na língua, costumes, culinária, hábitos, ou mesmo na arquitetura, festividades típicas, artes e na tão característica hospitalidade, a Metrópole do Norte do País é um convite à imersão em um Brasil que você só encontra aqui.

 

 

Localizada em plena Floresta Amazônica e circundada por inigualável beleza natural, Manaus confirma sua condição de cidade com vocação turística mundial, dotada de infraestrutura urbana e de crescente oferta de serviços de qualidade.

 

Atrativos

De barco, aprecia-se o famoso “Encontro das Águas” – confluência entre as águas escuras e cheias de energia do Rio Negro com a força das águas barrentas do Rio Solimões. Navegando também chega-se ao Arquipélagos de Anavilhanas, onde é possível vivenciar o mergulho com o boto cor de rosa, entre outros encantos naturais. Nas comunidades ribeirinhas, um universo rico em cores, cheiros e sabores tradicionais da cultura indígena, que deu origem ao acolhedor povo manauara. Na Reserva de Desenvolvimento Sustentável (RDS) do Tupé, por exemplo, você encontra um santuário natural preservado, à apenas 25 minutos, por via fluvial, de Manaus. A reserva é composta por seis comunidades que têm no turismo de base comunitária e na agricultura familiar as principais fontes de renda.

 

Em terra firme, as atrações ficam por conta das suntuosas construções que remetem ao Ciclo da Borracha, da saborosa gastronomia local e, claro, da charmosa praia da Ponta Negra, cartão-postal da cidade. À noite, Manaus ferve, não só pelo clima mais aquecido da Capital da Amazônia, mas pelo agito nos bares e casas noturnas.

 

Centro Histórico

 

TEATRO AMAZONAS

manaus-teatro-amazonas

 

Foi inaugurado em 1896 para a apresentação de peças e óperas de companhias europeias, tornando-se símbolo máximo do rico Ciclo da Borracha. A construção é encantadora, por dentro e por fora. A fachada neoclássica é pintada de rosa e apresenta uma cúpula feita com 36 mil escamas de cerâmica nas cores da bandeira brasileira. Já no interior, chamam a atenção o hall de entrada em mármore português, a escadaria em mármore italiano e ferro inglês, além da sala de espetáculos, com capacidade para 700 pessoas, decorada com lustres e máscaras venezianos. Em maio, o teatro é cenário para o concorrido Festival Amazonas de Ópera, criado em 1997. Caso não seja possível assistir espetáculos, vale a pena fazer uma visita guiada, com meia hora de duração.

 

Onde fica: Largo de São Sebastiao – Avenida Eduardo Ribeiro, Centro

Visitação: de terça a sábado, das 9h às 17h

Informações: (92) 3622-1880

Entrada: R$ 20

* Amazonenses não pagam entrada mediante apresentação de comprovante de identidade. Toda terça-feira a visitação é gratuita.

 

PAÇO DA LIBERDADE

PAÇO MUNICIPAL - MÁRIO OLIVEIRA (39)

 

Um dos mais antigos prédios de Manaus.  O paço foi erigido em 1872, como forma de marcar o poder territorial do Império na Região Norte e conta não apenas a história da cidade, mas guarda em suas fundações conhecimentos técnicos que ainda hoje são estudados por alunos e professores de Arquitetura. Abrigou a sede do governo da Província do Amazonas, sede do governo do Estado, foi residência do presidente da Província e outros governadores, até que, em 1917, tornou-se sede da Prefeitura de Manaus. Também conhecido como Paço Municipal, a histórica estrutura une beleza arquitetônica com as mais modernas manifestações artísticas. E para valorizar ainda mais a importância do espaço, a prefeitura pretende tornar o paço no Museu da Cidade, que contará o surgimento da capital amazonense a partir dos diversos fluxos migratórios, por meio da exposição permanente “Manaus: História, Gente e Cultura”, que irá trabalhar tanto os aspectos históricos, como o processo evolutivo de construção da cidade de Manaus, focado, sobretudo, na inserção das pessoas na construção desse modelo de cidade.

 

Onde fica: Praça D. Pedro II – avenida 7 de Setembro, Centro

Visitação: de segunda a sexta-feira, das 9h às 16h30 e, aos sábados, sob agendamento, das 9h às 12h30

Informações: (92) 3622-4991

Entrada gratuita

 

MERCADO MUNICIPAL ADOLPHO LISBOA

TM - 13-08-2015 - SERVIÇOS NO MERCADO MUNICIPAL ADOLPHO LISBOA (16)

 

Um dos mais importantes centros de comercialização de produtos regionais, inspirado no Mercado de Les Halles de Paris. Foi o segundo mercado construído no Brasil, inaugurado em 1882. Em estilo Art Noveau, o popularmente conhecido mercadão, possui um pavilhão central em alvenaria, ladeado por dois pavilhões com estrutura em ferro fundido e forjado, com pórtico de ferro rendilhado e vitrais. Em 2013, o espaço foi totalmente revitalizado e aberto novamente à população, se tornando parada obrigatória dos turistas e ótima opção de lazer aos finais de semana.

 

Onde fica: Rua dos Barés, n° 46, Centro

Funcionamento: de segunda a sábado, das 6h às 17h, e aos domingos e feriados, das 6h às 13h

Informações: (92) 3234-8441

Entrada gratuita

 

Calendário cultural

O Carnaval, os Festivais Folclóricos, além do Boi Manaus, Passo a Paço e Réveillon de Manaus constituem o calendário fixo de eventos da cidade, atraindo milhares de pessoas a cada edição. A inserção de Manaus na rota dos grandes eventos é um ciclo que foi iniciado com os preparativos para a Copa do Mundo de Futebol 2014 e, em seguida pelos Jogos Olímpicos Rio 2016, de lá pra cá, os olhos do mundo têm se voltado para a Capital da Amazônia.

 

20 motivos para conhecer a metrópole da Amazônia!

1. Teatro Amazonas
Construído no período áureo da Borracha, é um marco da riqueza e opulência da época. Hoje, com mais de 100 anos, mantém quase toda a sua estrutura original e tem capacidade para 701 pessoas.

2. Centro Cultural Largo São Sebastião
Localizado nos arredores do Teatro Amazonas, é um espaço revitalizado que resgata a memória viva de Manaus Antiga e agrega diversos prédios históricos, como a Casa das Artes e a Galeria do Largo, que possuem exposições regulares.

3. Igreja de São Sebastião
Parte do conjunto de edifícios que rodeiam o Teatro Amazonas, a igreja é mantida por frades capuchinhos. É um edifício eclético com elementos de diferentes estilos, como o gótico e o neoclássico, incluindo no seu interior alguns painéis e vitrais vindos da Europa.

4. Centro Cultural Palácio da Justiça
Sua arquitetura é uma amostra do estilo neoclássico e possui ampla programação cultural com exposições de pintura, música, teatro, entre outros.

5. Mercado Municipal Adolpho Lisboa
Um dos mais importantes exemplares mundiais da arquitetura em ferro, o mercado abriga pontos de venda de produtos típicos da região amazônica, como peixes de água doce, frutas, legumes e especiarias.

6. Palacete Provincial
Prédio centenário que por muitos anos foi conhecido como Quartel da Polícia Militar. Abriga o Museu de Numismática, o Museu da Imagem e do Som do Amazonas, a Pinacoteca do Estado, o Museu Tiradentes e o Museu de Arqueologia.

7. Paço da Liberdade
Um dos prédios mais antigos da cidade, abrigou o Governo Provincial e, com a Proclamação da República, passou a sediar a administração do Governo Republicano. É nele que se localiza o Museu da Cidade de Manaus.

8. Centro Cultural Palácio Rio Negro
Construído já no século 20, foi sede do Poder Executivo e serviu como residência oficial do governador. Hoje o espaço oferece recitais de música erudita e instrumental, exposições, lançamentos de livros, dança e teatro.

9. Centro Cultural Chaminé
Um dos exemplares mais curiosos da arquitetura da belle époque, possui uma chaminé de 24 metros a partir da qual o prédio ficou conhecido. Funciona como centro cultural com salas para exposição, peças teatrais e concertos.

10. Gastronomia
Preservando suas origens indígenas, a culinária manauara é rica em ingredientes regionais como peixes, especiarias, frutas e temperos típicos.

Tambaqui, tucunaré, pirarucu e jaraqui são alguns dos peixes mais consumidos e o preparo pode ser cozido em forma de “caldeirada”, assado ou frito.

A banana pacovã, o tucumã e farinha do Uarini são itens sempre presentes nas receitas, juntamente com a castanha, o cupuaçu e o açaí para a sobremesa.

11. Reserva Florestal Adolpho Ducke
Com uma área de 100 km2, abriga um Jardim Botânico e o Museu da Amazônia (Musa). Possui ainda uma torre metálica de 42 metros de onde é possível observar a floresta.

12. Bosque da Ciência
Localizado no Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa), possui cerca de 130.000 m2 onde é possível conhecer animais da região, como o peixe-boi, a ariranha, jacarés e uma grande quantidade de tartarugas.

13. Parque do Mindu
Com 42.000 m2 de biodiversidade, fica localizada em uma área bastante urbanizada e serve como verdadeira vitrine da flora, fauna e outros elementos do ecossistema amazônico.

14. Encontro das Águas
Um dos fenômenos amazônicos mais conhecidos e visitados, ocorre quando as águas escuras do Rio Negro e as águas barrentas do Solimões se encontram e correm lado a lado sem se misturar por cerca de 6 km.

15. Centro de Instrução de Guerra na Selva (Cigs)
Criado e administrado pelo Exército Brasileiro, o local possui um zoológico com cerca de 300 animais da fauna amazônica: onça pintada, onça preta, arara azul, arara vermelha, macaco prego, jiboia, jararaca.

16. Complexo Turístico Ponta Negra
Melhor lugar para observar o pôr-do-sol sobre o Rio Negro, possui ainda uma ampla área de lazer, esporte e entretenimento. Também é ume excelente local para provar o tacacá, açaí e sorvetes de ingredientes regionais.

17. Sou Manaus – Passo a Paço
Festival de música que reúne artistas locais e nacionais, o evento é gratuito e ocorre às margens do Rio Negro, no marco zero da ocupação de Manaus. Já se apresentaram no palco do Sou Manaus grandes nomes da música brasileira, como Zeca Pagodinho, Alcione, Elba Ramalho, Alceu Valença, Geraldo Azevedo e Zé Ramalho.

18. Carnaboi e Boi Manaus
Festas que misturam o carnaval de rua com o boi-bumbá de Parintins, ocorrem no Sambódromo de Manaus e são ótimas oportunidades para conhecer as toadas mais famosas dos bois Caprichoso e Garantido.

19. Pesca
Manaus é sede da maior competição de pesca esportiva da região norte, o Torneio de Pesca Esportiva Amigos do Tarumã, que acontece no rio Tarumã-Açu. Juntamente como evento ocorrem mutirões voluntários de limpezas em seus lagos e margens.

20. Aventura
Para os amantes dos esportes de aventura, as áreas de rio e floresta nos arredores de Manaus oferecem atividades como trilhas na selva, slackline, arco e flecha, corrida de obstáculos, tirolesa, parede de escalada, slipn ‘n’ slide, canoagem, entre outros.