Notícias

Vacinação infantil

A Prefeitura de Manaus realizou nesta quarta-feira, 17, a abertura oficial da Campanha Nacional de Vacinação Infantil contra a Poliomielite na Área Rural de Manaus. O evento, que aconteceu na quadra da Escola Municipal José Sobreira do Nascimento, na comunidade Nossa Senhora de Fátima, região do rio Tarumã-Mirim, teve como objetivo mobilizar as comunidades ribeirinhas para a vacinação das crianças. O Dia D da campanha em todo o Brasil é o próximo sábado, 20, mas em Manaus a vacinação na zona rural foi antecipada por causa da dificuldade de acesso em algumas áreas. Nessas localidades, a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) está vacinando desde o dia 1º de junho. Devem ser imunizadas todas as crianças abaixo de cinco anos de idade.

“Tivemos que montar uma estratégia diferenciada para conseguirmos fazer a cobertura vacinal em toda área rural de Manaus. A meta é alcançarmos cerca de 1,6 mil crianças em 20 comunidades, algumas com acesso somente de barco, o que torna a missão mais difícil de ser alcançada em um único dia. Por isso precisamos começar antes nessas localidades”, disse o secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, que fez a abertura da campanha ao lado dos mascotes da campanha, Zé e Maria Gotinha.     

O líder comunitário de Nossa Senhora de Fátima, Romildo Oliveira, elogiou a nova estratégia adotada pela Semsa de levar as vacinas mais próximo das comunidades. “É a primeira vez que isto acontece. Todos os anos a vacinação é apenas no dia e a gente tem que ficar de um lado para o outro para conseguir vacinar as crianças”, disse.

Além desta comunidade, o evento mobilizou moradores de outras cinco comunidades adjacentes, incluindo indígenas. O cacique da aldeia Rouxinol, localizada no rio Tarumã-Açu, Santiago Tenhas Fernandes, levou 15 crianças de sua aldeia para vacinar. “É importante garantir a saúde das nossas crianças porque elas são o futuro do nosso povo”, disse o cacique, que fez uma apresentação cultural com uma dança tradicional para saudar as equipes de vacinação.

De acordo com o balanço parcial da Área Técnica de Saúde Rural da Semsa, até esta quarta-feira, 17, foram vacinadas 1.014 crianças na Zona Rural. Segundo cálculos dos coordenadores da campanha, a meta deve ser ultrapassada uma vez que foi traçada com base na cobertura do ano passado. “Estamos fazendo novo senso vacinal e observando que o número de crianças é muito maior do que aquele que tínhamos registrado”, observou a técnica da Semsa, Aparecida Santos. A vacinação nas comunidades rurais prossegue até o dia 30 de junho. Nesta quarta-feira à noite o barco da saúde Catuiara segue para seis comunidades do rio Amazonas.

Mobilização nacional

Com o slogan “Não dá para vacilar, tem que vacinar”, a Campanha Nacional de Vacinação Infantil acontece no sábado, 20, em todo o território nacional. A abertura oficial na Zona Urbana de Manaus será às 8h30, no Parque Municipal do Mindu. A meta da campanha é vacinar 95% das crianças abaixo de cinco anos de idade. Na capital amazonense, esse percentual corresponde a 159.778. A população da cidade nessa faixa etária, segundo Censo do IBGE, é de 168.188 crianças.

“Vamos trabalhar para atingir 100% desse universo”, destaca o secretário Francisco Deodato. Para isso, segundo ele, foi montado um grande aparato, com toda a estrutura de saúde do município.

No sábado, dia D, serão disponibilizados 1.041 postos de vacinação, distribuídos pelas zonas geográficas da cidade. Os postos estarão abertos das 8 às 17 horas. A relação de postos, divulgada pela Divisão de Imunização da Semsa inclui as unidades de saúde – Unidades Básicas de Saúde (UBS), casinhas da Estratégia Saúde da Família (UBSF), Centros de Atenção Integral à Criança (CAIC), Unidades Básicas de Saúde Pronto Atendimento (UBS/PA), Postos de Saúde Rural (PSR) e Policlínicas municipais – e locais como os terminais de ônibus, Centro de Convivência da Família, escolas, igrejas e estabelecimentos comerciais como mercadinhos, supermercados e shoppings, e até feiras livres.

“Vamos ter equipes volantes nos mais diversos lugares de grande circulação de pessoas”, observa Francisco Deodato. Foram confirmados postos fixos nos shoppings Studio 5, Amazonas, São José e Cecomiz e nos supermercados da rede DB e Carrefour.

Treinamento

A Semsa está envolvendo 3.964 servidores da saúde municipal na Campanha de Vacinação. Desde a semana passada, supervisores e coordenadores da campanha dos Distritos de Saúde das Zonas Norte (Disa Norte), Sul (Disa Sul), Leste (Disa Leste) e Oeste (Disa Oeste) passam por treinamento. “Estamos visando com os treinamentos a padronização de informações sobre a campanha, a exemplo das metas a serem atingidas por unidades, além de esclarecimento das dúvidas daqueles que vão coordenar a vacinação em suas áreas”, destaca a gerente da Divisão de Imunização da Semsa, Kássia Veras.

A Campanha Nacional de Vacinação Infantil acontece anualmente em duas fases – a primeira em 20 de junho e a segunda em 22 de agosto, com o objetivo de manter a erradicação da Paralisia Infantil no País. Além da Pólio, as Unidades Básicas de Saúde que possuem sala de vacinação vão disponibilizar todas as vacinas infantis – Tetravalente (difteria, tétano, coqueluche e meningite por haemophilus tipo B), Hepatite B, Rotavírus, DTP (difteria, tétano e coqueluche), Febre Amarela e a Tríplice Viral (sarampo, rubéola e caxumba). “Vamos aproveitar para fazer a atualização vacinal de todos”, diz Cássia Veras.

Fiocruz Amazônia participa da Campanha Nacional de Vacinação contra Poliomielite

O Instituto Leônidas e Maria Deane – ILMD/Fiocruz Amazônia realizará no sábado, 20, de 8 às 17 horas, a primeira edição do Fiocruz pra Você em Manaus, na Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite. Neste dia serão oferecidas, nas dependências da instituição a imunização de crianças de zero a cinco anos contra a paralisia infantil e atividades de cunho científico, educativo, cultural e de lazer.

Além da imunização, o evento também tem o objetivo de promover a saúde e a difusão do conhecimento científico. Para isso será realizada uma exposição das pesquisas da Fiocruz Amazônia através de banners e uma mostra científica onde os pesquisadores apresentarão os projetos da instituição, assim como a exibição de vídeos sobre saúde e a observação de bactérias e mosquitos em um mini-laboratório.

A organização do evento também pretende fazer deste dia uma grande festa da saúde na qual serão realizadas atividades lúdicas, recreativas e culturais. As crianças que forem ao instituto poderão, por exemplo, participar de oficina de reciclagem e jogos educativos, além de apreciar atrações musicais.

Fiocruz pra você

Ocorrido desde 1994, na Fiocruz Rio de Janeiro, o evento trabalha temáticas como a promoção e prevenção da saúde, campanhas de vacinação, feira de ciências, atividades culturais e de lazer. Trata-se de um evento consolidado em que a Fiocruz mostra o que faz para um público médio de 50 mil pessoas ao ano, ao mesmo tempo em que contribui para o cumprimento da meta do Ministério da Saúde que é imunizar cerca de 16 milhões de crianças contra poliomielite em todo o País.

Pesquisa Avançada

Utilize esta ferramenta para encontrar notícias de seu interesse