Notícias

Trabalhadores da construção civil têm palestra sobre prevenção de acidentes

Um total de 372 trabalhadores da construção civil participou nesta quinta-feira, 26/4, de uma palestra realizada pela Prefeitura de Manaus sobre prevenção de acidentes. A ação é para marcar o Dia Mundial em Memória às Vítimas de Acidentes de Trabalho, 28 de abril, e foi coordenada pelo Centro de Referência em Saúde do Trabalhador (Cerest/Manaus), da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa).

 

26.04.18 Manaus promove para trabalhadores atividade educativa para a prevenção de acidentes e mortes no trabalho.

 

A ação aconteceu no canteiro de obras da Construtora Engeco e Braga Construções, na avenida Mário Ypiranga, bairro Adrianópolis, zona Centro-Sul.

 

Conforme o secretário municipal de Saúde, Marcelo Magaldi, a ação foi executada como parte do trabalho desenvolvido pelo Cerest/Manaus para a prevenção de acidentes de trabalho e de doenças ocupacionais.

 

“Atividades econômicas são geradoras de riqueza e desenvolvimento, mas também podem produzir doenças. O trabalho do Cerest é estabelecer ações de prevenção de doenças e acidentes, além de subsidiar a rede municipal de saúde com informações para a construção de políticas públicas que promovam a saúde do trabalhador”, explicou Marcelo Magaldi.

 

A ação educativa, segundo o diretor do Cerest/Manaus, enfermeiro Clodoaldo da Silva Almeida, foi realizada como forma de alertar sobre a importância das ações de prevenção que podem ser tomadas para evitar doenças, acidentes e mortes no trabalho, orientando a respeito das medidas que devem ser executadas.

 

“Uma das funções do Cerest é a fiscalização, a vigilância em saúde do ambiente do trabalho. Existem normas regulamentadoras que devem ser seguidas e é preciso trabalhar de forma ampliada, envolvendo não apenas o trabalhador, mas também os gestores do trabalho em diferentes áreas. A construção civil, por exemplo, é uma prioridade por representar um setor que é o quinto maior gerador de acidentes fatais, então é essencial estabelecer um ambiente adequado de trabalho para todos, minimizando riscos”, reforçou Clodoaldo.

 

Para o operador de guincho Francisco Leite Castro, 47 anos, as ações educativas são essenciais para orientar o trabalhador no cuidado com a saúde e segurança. “É um momento de reforço nas informações para que o trabalhador fique atento aos riscos, prevenindo doenças e acidentes. Tenho 32 anos de trabalho na construção civil, mas cada dia é um novo aprendizado”, afirmou Castro.

 

Abril Verde

A ação educativa realizada pelo Cerest/Manaus também faz parte do Abril Verde, uma campanha de conscientização e orientação com o objetivo de prevenir acidentes e doenças do trabalho. A cor verde foi escolhida para simbolizar a segurança trabalhista, além de ser relacionada aos cursos da área da saúde, e por isso o símbolo da campanha Abril Verde é o laço verde. O mês de abril foi escolhido baseado no Dia Mundial em Memória às Vítimas de Acidentes de Trabalho, 28 de abril. Nessa data, em 1969, a explosão de uma mina na cidade norte-americana de Farmington, no Estado da Virgínia, resultou na morte de 78 trabalhadores.

 

 

Texto: Eurivânia Galúcio / Semsa

Foto: Divulgação/Semsa

Disponível em: https://flic.kr/s/aHsmaKndnd

Notícias relacionadas

Pesquisa Avançada

Utilize esta ferramenta para encontrar notícias de seu interesse