Notícias

Semsa promove ação em escolas para prevenção ao suicídio

Dando continuidade ao trabalho de sensibilização em escolas sobre a importância do diálogo na prevenção ao suicídio, a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) promoveu nesta quarta-feira, 26/7, na Escola Estadual Farias Brito, bairro Centro, um encontro com mais de 40 estudantes para discutir o tema “Baleia Azul: foco suicídio”.

 

O trabalho foi coordenado pela Gerência da Rede de Atenção Psicossocial (RAPS/Manaus) e já havia sido realizado na Escola Estadual Luizinha Nascimento, bairro Praça 14 de Janeiro, e na Escola Municipal Padre Puga, bairro Japiim, ambas na zona Sul.

 

A atividade de esclarecimento vem sendo executada pelo Distrito de Saúde Sul (Disa Sul) como parte das ações de fortalecimento da promoção da Saúde Mental na Atenção Básica e das atividades do Programa Saúde na Escola (PSE).

 

“O objetivo das ações educativas é promover uma reflexão em Saúde Mental entre os estudantes, destacando a importância do diálogo, e também divulgar os serviços na rede municipal de saúde que estão disponíveis para atender a população”, informou o secretário municipal de Saúde, Marcelo Magaldi.

 

De acordo com a técnica responsável pelas ações de Saúde Mental no Disa Sul, enfermeira Ana Maria Jezini, as ações foram elaboradas considerando a repercussão do jogo da Baleia Azul, disputado pelas redes sociais e que propõe desafios macabros aos adolescentes, como bater fotos assistindo a filmes de terror, automutilar-se, ficar doente e, na etapa final, cometer suicídio.

 

“A intenção das ações educativas é sensibilizar a sociedade sobre a necessidade de manter o diálogo sobre o tema Baleia Azul, evitando-se o suicídio e a automutilação. A dificuldade que as pessoas têm em falar sobre o assunto acaba piorando a situação, tornando mais difícil para a criança e o adolescente pedir ajuda”, explicou Ana Jezini, informando que o trabalho em Saúde Mental nas escolas terá continuidade ao longo do ano.

 

A palestra na Escola Estadual Farias Brito, vinculada ao Programa Saúde na Escola por meio da Unidade Básica de Saúde da Família – Sul 12,  contou com a participação de 45 estudantes. “Existe uma preocupação sobre o tema e é importante que os alunos tenham a oportunidade de obter mais informações em saúde”, afirmou o professor Juarez Roberto de Oliveira Júnior.

 

Reportagem: Eurivânia Galúcio/Semsa

Assessoria de Comunicação da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa): (92) 3236-8315

Notícias relacionadas

Pesquisa Avançada

Utilize esta ferramenta para encontrar notícias de seu interesse