Notícias

Semed orienta bolsistas do Programa Bolsa Universidade para aplicação da 2ª ADE em 2017

Até a próxima quarta-feira, 5/7, 244 bolsistas do Programa Bolsa Universidade (PBU), que acompanharão  a aplicação da 2ª  Avaliação  Desempenho do Estudante (ADE) em 2017 na rede municipal de educação,  receberão orientações a respeito da prova. Na semana seguinte, de 10 a 14 de julho,  mais 1500 bolsistas passarão pela mesma formação, que acontece no auditório da Secretaria Municipal de Educação (Semed). A 2ª aplicação da avaliação acontecerá dia 20/7 em 341 unidades de ensino, no período da manhã, tarde e noite.

 

Segundo a chefa da Divisão de Avaliação e Monitoramento (DAM), Núbia Breves, as orientações têm o objetivo de esclarecer pontos pertinentes sobre a avaliação e apresentar os ajustes feitos com base na 1ª ADE deste ano,  realizada no dia 14/4, em 357 unidades de ensino do município.

 

“Durante a formação os bolsistas receberão as devidas informações sobre a avaliação, com os ajustes e as adequações feitas a partir da primeira aplicação da ADE e falaremos, sobretudo, sobre o papel deles, que é acompanhar o trabalho do professor aplicador e, em seguida, fazer a transcrição das alternativas das folhas dos cadernos para as folhas de respostas”, disse.

 

Núbia salientou, ainda, que o papel do bolsista no processo de aplicação vai muito além de acompanhar a aplicação do certame. “O bolsista é fundamental no processo, porque, na realidade, ele vem para primar pela lisura e transparência da avaliação, que é tão importante para as ações da secretaria”, acrescentou.

 

Avaliação

O processo avaliativo da ADE será feito por mais de 75 mil alunos do 3º, 5º, 7º e 9º do Ensino Fundamental, além de estudantes da Educação de Jovens e Adultos (EJA) e do Projeto Itinerante, destinado a escolas da zona rural da capital amazonense.

 

Um dos bolsistas que acompanhará o processo de aplicação será Rafael Matos, estudante do 1º período de Língua Portuguesa. Para ele,  o momento de formação ajudou a entender a relevância da avaliação no desenvolvimento educacional dos alunos do município e, também, saber  o que pode e não pode ser feito durante a aplicação da ADE.

 

“Achei muita esclarecedora a formação, porque me ajudou a ter noção da importância desta avaliação e, principalmente, a entender qual o meu papel de fato na aplicação desta prova”, disse.

 

A atuação dos universitários no processo avaliativo coordenado pela Semed servirá como atividade de contrapartida ao benefício da bolsa recebido pelos estudantes por meio da Escola de Serviço Público Municipal e Inclusão Socioeducacional (Espi), órgão que gere o PBU.

 

Para Dennys Marinho da Cruz, graduando de contabilidade,  que irá acompanhar a avaliação da ADE pela primeira vez, tudo é novidade. Segundo ele, a formação será um ótimo suporte para fazer um bom trabalho no dia 20 de julho. “Como é a primeira vez que vou trabalhar nesta avaliação, eu estava um pouco apreensivo até então, mas agora me sinto preparado para fazer um bom acompanhamento no dia da prova”, salientou.

 

Texto: Emerson Felipe/Semed

Fotos: Lton Santos/Semed

Disponíveis em: https://flic.kr/s/aHskZcMEWv

Assessoria de Comunicação da Secretaria Municipal de Educação (Semed): (92) 3632-2054

Notícias relacionadas

Pesquisa Avançada

Utilize esta ferramenta para encontrar notícias de seu interesse