Notícias

Semana Municipal do Autismo tem encerramento com culto ecumênico

Um culto ecumênico encerrou nesta sexta-feira, 5/4, a Semana Municipal em alusão ao Autismo do Centro Municipal de Educação Especial (Cmee) André Vidal de Araújo, no Parque Dez, zona Centro-sul. Alunos, professores, pais e responsáveis participaram do evento que contou com a apresentação dos estudantes, do cantor católico Célio Costa, do religioso espírita Silvio Romano Júnior, da evangélica Helandia Milon e do diácono da Paróquia Nossa Senhora Mãe da Misericórdia, Miguel dos Santos.

 

 

Sob muita emoção, as mães dos alunos autistas e os representantes religiosos falaram sobre amor, perdão e missão da família em favorecer um ambiente saudável na vida das crianças com deficiências.

A subsecretária de Gestão Educacional (SGE) da Secretaria Municipal de Educação (Semed), Euzeni Araújo, participou do culto e destacou sobre a importância da Educação Especial para a rede municipal de educação. “A Prefeitura de Manaus trabalha com o processo de inclusão e a Semed tem esse papel de acolher todas as crianças que possuem qualquer tipo de deficiência”, pontuou a subsecretária.

Euzeni também fez um balanço sobre a semana repleta de atividades voltadas para o Autismo. “É nessa hora que a gente reflete sobre a nossa missão e como podemos fazer com que as pessoas convivam com as diferenças.  Isso não é obstáculo para se fazer uma boa educação, o que essas crianças precisam é de dedicação e isso os nossos professores têm de sobra”, completou.

A Semed atende mais de 5 mil alunos com diversas deficiências, como baixa visão, cegueira, deficiência intelectual e múltipla, surdez, entre outras. Deste total, 1,5 mil são autistas e estão matriculados em uma das 496 unidades de ensino da rede pública municipal.

A dona de casa Maria da Cruz Odórico, mãe do Diego Costa, 24, da Educação Básica de Jovens e Adultos (EJA) 2ª fase, leu uma mensagem de amor. Para ela, ser mãe de uma criança autista é uma benção e missão de Deus. “Para mim, ser mãe do Diego é uma missão de Deus e eu agradeço em oração todos os dias por isso. Ser mãe de uma criança especial é aprender todos os dias um mundo novo”.

Maria também agradeceu o apoio que recebe da escola todos os dias. “A escola tem uma importância muito grande no desenvolvimento do meu filho. Eu sei que todas as mães de criança com deficiência querem proteger demais, temos medo que alguém possa fazer mal a eles, mas aqui eu aprendi que não devo excluir meu filho do mundo”, explicou a mãe emocionada.

— — —

Texto: Érica Marinho/Semed
Fotos: Lton Santos/Semed

 

 

 

Notícias relacionadas

Pesquisa Avançada

Utilize esta ferramenta para encontrar notícias de seu interesse