Notícias

Prefeito e primeira-dama iluminam sede da prefeitura de azul e cedem terrenos para instituições sociais

O prefeito Arthur Virgílio Neto e a presidente do Fundo Manaus Solidária, a primeira-dama Elisabeth Valeiko Ribeiro, realizaram o acendimento das luzes azuis que iluminam o prédio da Prefeitura de Manaus em alusão ao Dia Mundial da Conscientização do Transtorno do Espectro Autista, celebrado mundialmente em 2 de abril. Ainda nesta terça-feira, o prefeito também assinou o Termo de Concessão de Direito Real de Uso em favor de duas organizações sociais ligadas ao atendimento de autistas e Pessoas Com Deficiência (PCDs).

 

02.04.2019 Assinatura do Termo de Concessão de Direito Real de Uso em favor de duas organizações sociais, AMA, Apaes, Fenapaes.02.04.2019 assinatura do Termo de Concessão de Direito Real de Uso em favor de duas organizações sociais, AMA, Apaes, Fenapaes.

 

No momento do acendimento das luzes, o prefeito e a primeira-dama estavam acompanhados por Ingrid Eduardo Pimentel e Pedro Joaquim Rodrigues Araújo, ambos autistas que recebem atendimento no Espaço de Atendimento Multidisciplinar ao Autista Amigo Ruy (EAMAAR), referência nacional no atendimento de pessoas com espectro autista. O local é administrado pela Secretaria Municipal da Mulher, Assistência Social e Cidadania (Semasc), que atua em conjunto com as políticas públicas da Saúde (Semsa), Educação (Semed) e esporte e lazer (Semjel), realizando atendimento para crianças e adolescentes, na faixa etária de seis meses a 14 anos de idade, com Transtorno do Espectro do Autismo (TEA).

 

“Nós temos um compromisso com inclusão e com o pouco que temos já fizemos o EAMAAR, referência no atendimento aos autistas, e tomamos outras medidas pela causa”, disse o prefeito ao se referir à lei municipal que obriga a aplicação do questionário M-Chat nas unidades de saúde e creches municipais para diagnóstico precoce do autismo.

 

Apoio a organizações sociais

 

Antes do acendimento das luzes, o prefeito Arthur e a presidente do Fundo Manaus Solidária assinaram o Termo de Concessão de Direito Real de Uso em favor da Associação de Amigos do Autismo no Amazonas (AMA) e da Federação das Associações de Apaes do Estado do Amazonas (Fenapaes). A cessão das áreas, uma no loteamento Cachoeira Grande e outra no Loteamento Vila Suíça, foi intermediada pelo Instituto Municipal de Planejamento Urbano (Implurb) e pela Procuradoria Geral do Município (PGM).

 

Emocionada, a primeira-dama Elisabeth Valeiko Ribeiro lembrou que foi procurada pelas instituições no ano passado e, após avaliar a proposta de cessões dos terrenos, solicitou que Implurb e PGM dessem os encaminhamentos legais, inclusive com as alterações necessárias na Lei Orgânica do Município (Loman), para que se concretizasse a concessão.

 

“Isso representa a grandeza e a sensibilidade do prefeito Arthur em entender a importância da concessão desses terrenos. Fico emocionada e grata pela oportunidade de poder ajudar, pois estamos aqui para servir essas pessoas. Sei que esses espaços representam muito, não só para a Apae e a AMA, mas para todos os familiares de quem é atendido nesses espaços. Isso só nos motiva a fazer muito mais pela cidade e pelas pessoas que mais precisam”, disse Elisabeth.

 

Pelo Termo de Concessão de Direito Real de Uso as instituições poderão utilizar o espaço por 20 anos, prorrogáveis pelo mesmo período. As áreas só poderão ser utilizadas para as atividades assistenciais e sociais das instituições.

 

 

Amigos do Autismo

 

O representante da Associação de Amigos do Autismo no Amazonas (AMA), o vice-presidente Raimundo Carlos Silva, disse que a concessão representa uma vitória para todos os 33 alunos, com idade de 8 a 42 anos, atendidos pela instituição. “É a realização de um sonho. Toda a família sonha com a casa própria e a AMA, sendo uma família, precisava de um espaço próprio. Agora que temos isso em mão seguimos firmes na luta pela construção da nossa casa nova. Estamos muito felizes pelo o envolvimento da Prefeitura de Manaus e pelo apoio da Câmara Municipal”, disse.

 

O terreno cedido à AMA possui 11.232 metros quadrados e fica localizado no Loteamento Cachoeira Grande, bairro Novo Aleixo, na Rua Cataratas de Iguaçu, s/n. A instituição funcionava há 21 anos em uma área no Ramal Bela Vista no Puraquequara, que está sendo agora pedida de volta pelos proprietários.

 

Fenapaes

 

A Presidente da Federação das Associações de Apaes do Estado do Amazonas (Fenapaes), Maria do Perpétuo Socorro Castro Gil, destacou que com a nova área, o objetivo agora é criar um espaço em que as pessoas com deficiências intelectuais e múltiplas possam ser acolhidas e ter suas potencialidades exploradas, onde serão oferecidos serviços de Assistência Social, Direito, Educação Física, Pedagogia, Saúde e outros.

 

“Quando nós encontramos quem acredita na causa das pessoas com deficiência, como a primeira-dama e o nosso prefeito, tornamos esse momento ímpar. Esse benefício irá se estender para as outras instituições. Isso nos fortalece e mostra que não foi em vão nossa luta. Isso representa uma grande oportunidade para termos nosso espaço, realizar novos serviços e engrandecer a pessoa com deficiência e potencializar suas qualidades”, disse a presidente.

 

— — —

Fotos: Mário Oliveira / Semcom

 

Assinatura do Termo de Concessão

Disponíveis em: https://flic.kr/s/aHsmCxkotu

 

Iluminação da Sede da Prefeitura

Disponíveis em: https://flic.kr/s/aHskTtGiEb

Notícias relacionadas

Pesquisa Avançada

Utilize esta ferramenta para encontrar notícias de seu interesse