Notícias

Prefeitura retira lixeira viciada no Morro da Liberdade

O trabalho de remoção, limpeza e reabilitação de lixeiras viciadas desenvolvido pela Prefeitura de Manaus segue avançando pela cidade. Nesta sexta-feira, 2/3, mais um ponto passa por revitalização e deve ser transformado em um jardim comunitário.

 

Situado à rua Brasília, no bairro Morro da Liberdade, zona Sul, o ponto vinha sendo utilizado como área de descarte irregular, causando transtorno aos moradores por anos. “Vinha gente de carro despejar entulho nesse local. Quando um joga lixo, os outros acabam acompanhando e aí enche de lixo. Espero que as pessoas respeitem esse jardim e não joguem mais lixo aqui”, avaliou Júlio Moreira, morador da área.

 

Pelo menos cinco equipes da Secretaria Municipal de Limpeza Urbana (Semulsp) atuam na realização desse serviço. “É uma operação grande e que envolve trabalhadores da varrição, remoção mecanizada, fiscais, grupos de conscientização e, nesse caso, equipe de jardinagem. Ou seja, é bastante trabalhoso para a Prefeitura desarticular esses pontos”, explicou o Subsecretario Operacional da Semulsp, José Rebouças.

 

O combate a lixeiras viciadas envolve, ainda, a instalação de placas e lixeiras comunitárias, quando necessário e a presença de um fiscal de ponto, em alguns casos. “A situação dos pontos de lixos varia muito. Temos o problema das saídas de becos, que sempre originam lixeiras viciadas, então, cada caso é estudado individualmente. Os jardins têm sido uma solução viável muito bem aceita pela população”, disse o subsecretário.

 

No novo jardim da rua Brasília, as espécies utilizadas pela Semulsp são agave, pau-pretinho, croton taperebá, espada de são jorge, dracena, bananeira, cróton police, jasmim do Caribe, grama esmeralda, entre outras, todas cultivadas no viveiro próprio da Secretaria.

 

Balanço

O ano de 2017 marcou a intensificação do combate à formação de lixeiras viciadas na capital. A Prefeitura de Manaus desarticulou 79 pontos de acúmulo irregular de lixo, por meio da atuação da Semulsp. Esse serviço atuou em 41 bairros e ainda viabilizou 20 jardins.

 

Já nesse ano, 55 ações de fiscalização, monitoramento e estudo de lixeiras viciadas tiveram início. Desse trabalho, oito pontos já passaram por limpeza, com implantação de quatro jardins, três placas educativas e uma lixeira comunitária instalada.

 

Texto: Divulgação / Semulsp

Assessoria de Comunicação da Secretaria Municipal de Limpeza Urbana (Semulsp): (92) 3216-8014

Notícias relacionadas

Pesquisa Avançada

Utilize esta ferramenta para encontrar notícias de seu interesse