Notícias

Prefeitura realiza Seminário Municipal de Ensino de Ciências com mais de 250 professores

Promovido pela Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Semed), o 1º Seminário Municipal de Ensino de Ciências, que teve como tema “Contribuições Para a Melhoria da Aprendizagem”, reuniu, aproximadamente, 250 professores de Ciências e assessores da secretaria, nesta sexta-feira, 13/7. O evento ocorreu no auditório da Semed, zona Centro-Sul, e teve como objetivo reunir professores da disciplina e outros profissionais da educação, para discutir melhorias de aprendizagem com o envolvimento de projetos científicos e instituições de pesquisa e ensino.

 

13.07.18 Semed realiza Seminário Municipal de Ensino de Ciências e reúne aproximadamente 250 professores.

 

O seminário contou com a presença de palestrantes da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), Universidade do Estado do Amazonas (UEA) e do Serviço Social do Comércio (Sesc-AM)), parceiros na realização do evento. Também foi realizada uma mesa redonda, em que os professores puderam interagir e tirar dúvidas sobre a educação transformadora.

 

A secretária municipal de Educação, Kátia Schweickardt, salientou que, para que a educação seja de fato transformadora, todos precisam fazer seu papel, mas o professor é o eixo central dessa engrenagem. “Esse ano, nós temos mais de 80 projetos aprovados pela Fapeam (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas), então, temos um grande papel incentivando a formação dos jovens cientistas, mas o protagonismo mesmo é dos nossos professores. Eles são os verdadeiros agentes de transformação em sala de aula”, destacou Kátia.

 

A opinião também foi partilhada pela diretora do Instituto de Ciências Biológicas (ICB) da Ufam, Sônia Maria Carvalho. Segundo ela, para a formação do profissional licenciado em ciências naturais e ciências biológicas, é extremamente importante a interação com as comunidades para dar oportunidade ao professor aplicar seu conhecimento e encontrar novas formas de contribuir para a formação.

 

“É fundamental ter essa parceria, trabalhar conjuntamente na formação, porque a gente sabe que educação é tudo. É a mola propulsora do desenvolvimento da garantia da qualidade de vida. Então, quando a criança tem um aprendizado associado a teoria e a prática, ela é mais estimulada na sua formação”, observou.

 

Para a coordenadora do programa Residência Pedagógica da UEA, Meire Botelho, o bom professor é aquele que sempre se dispõe a aprender e, dessa forma, aumenta o interesse dos alunos no estudo das ciências.

 

“Hoje, uma das questões referentes ao ensino de ciências que se fala é o letramento científico, os experimentos, o descobrir o mundo por meio das ciências. Isso vai fazer com que o aluno transforme aquele ambiente em que ele vive. Para nós da UEA, que temos curso na área, tanto na licenciatura quanto Mestrado e Doutorado, é uma satisfação muito grande somar com a Semed nessa formação”, pontuou Meire.

 

O seminário, conforme o professor de ciências da Escola Municipal Vicente Mendonça, Gilfran Oliveira, apresentou muitas oportunidades para as escolas terem acesso a assuntos muitas vezes não conhecidos. Ele também salientou que, na escola em que trabalha, há o estimulo aos alunos em desenvolver práticas diferenciadas.

 

“Em relação ao ensino de ciências, temos vários projetos, como a horta escolar, o reflorestamento da escola. O seminário é muito bom, abre várias portas para os professores de ciências, em relação a Ufam e ao Sesc, que não vemos diariamente”, observou.

— — —

 

Texto: Alexandre Abreu / Semed

Fotos: Lton Santos / Semed

Disponíveis em: https://flic.kr/s/aHskEspyKL

Notícias relacionadas

Pesquisa Avançada

Utilize esta ferramenta para encontrar notícias de seu interesse