Notícias

Prefeitura orienta população de rua sobre tuberculose

Como parte da Campanha Municipal de Luta Contra a Tuberculose, iniciada na última sexta-feira, a Prefeitura de Manaus, por meio de profissionais da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), promoveu na manhã desta quarta-feira (29/03), uma ação educativa direcionada à população em situação de rua (pessoas sem moradia fixa que pernoitam em espaços públicos).

 

A programação foi realizada no centro de Manaus, no Serviço de Acolhimento Institucional Amine Daou Lindoso, instituição da Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos (Semmasdh) que atende pessoas em situação de rua. O trabalho foi executado por profissionais da Unidade Básica de Saúde (UBS) Vicente Pallotti, com o apoio de estudantes do curso de enfermagem da Faculdade Metropolitana de Manaus (Fametro).

 

Além de palestra sobre sintomas, tratamento e formas de diagnóstico da tuberculose, as equipes fizeram busca ativa de pacientes com sintomas da doença e coleta de escarro para a realização do exame em laboratórios da rede municipal.

 

O principal sintoma da tuberculose é a tosse por mais de três semanas, com ou sem catarro. Qualquer pessoa com este sintoma deve procurar uma unidade de saúde para fazer o diagnóstico.

 

“A população que vive em situação de rua é considerada uma das mais vulneráveis à tuberculose, principalmente devido à baixa procura pelos serviços de saúde e às condições específicas de vida”, explica o secretário municipal de Saúde, Homero de Miranda Leão Neto.

 

A chefe do Núcleo de Controle da Tuberculose na Semsa, Dinah Cordeiro, informa que as ações da campanha seguem até sexta-feira, (31/03), com a intensificação das atividades de Comunicação, Mobilização Social e Educação em Saúde.

 

“A tuberculose ainda apresenta elevada incidência no município de Manaus e por isso é importante ampliar as informações sobre a doença entre a sociedade. As ações estão acontecendo principalmente em escolas, Unidades de Saúde e hospitais, além de reforçar as ações entre o público considerado mais vulnerável para a doença, como é o caso de pessoas privadas de liberdade e em situação de rua”, destacou Dinah Cordeiro.

 

O município de Manaus, segundo Dinah Cordeiro, registrou no ano passado dois mil casos novos de tuberculose, uma redução de 4% em relação a 2015. A incidência é de 101 casos por 100 mil habitantes, enquanto a média nacional é de 31/100 mil habitantes. A meta do Ministério da Saúde é, até 2035, chegar a menos de dez casos por 100 mil habitantes.

 

Para o gerente do Abrigo Amine Daou Lindoso, Erwin Rommel Silva de Oliveira, as ações de Educação em Saúde são essenciais para melhorar a qualidade de vida da população atendida na instituição. “É importante informar e identificar as pessoas que estão com tuberculose para realizar o encaminhamento aos serviços disponíveis na rede de saúde”, afirmou Erwin Oliveira, informando que o abrigo faz, atualmente, o acolhimento de 30 pessoas que recebem atendimento em serviço social e encaminhamento em saúde, e têm acesso a alimentação com café da manhã, almoço, lanche e jantar.

 

Uma das pessoas atendidos na ação de saúde foi Messias dos Santos, de 39 anos, que assistiu à palestra no abrigo e realizou a coleta de escarro para o exame. “Já conheci outras pessoas na rua com tuberculose, mas não sabia sobre todos os sintomas e outras informações que foram repassadas na palestra. Resolvi aproveitar a oportunidade para fazer o exame porque é importante cuidar da saúde e evitar outras complicações”, afirmou Messias Santos.

 

Reportagem: Eurivânia Galúcio

Fotos: Assessoria Semsa

Disponíveis em: https://flic.kr/s/aHskTdxaqh

 

 

Depto. de Comunicação da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa): 92 3236-8315

Notícias relacionadas

Pesquisa Avançada

Utilize esta ferramenta para encontrar notícias de seu interesse