Notícias

Prefeitura intensifica limpeza de igarapés ao longo desta semana

Doze áreas de igarapés da cidade receberam, ao longo desta semana, o mutirão de limpeza da Prefeitura de Manaus. O trabalho continua nesta sexta-feira, 27, em atenção às fortes chuvas. Mais de 100 trabalhadores da Secretaria Municipal de Limpeza Urbana (Semulsp) estão mobilizados na operação. Em média, 20 toneladas de resíduos estão sendo retiradas por dia dos igarapés da cidade.

 

O serviço nos igarapés engloba capinação das encostas, puxação de lixo do leito dos rios, varrição do entorno e limpeza nas orlas, para posterior remoção mecanizada do material retirado. “O lixo é o vilão dos alagamentos e a prefeitura mantém trabalho diário nos igarapés para evitar esses problemas. No entanto, o lixo continua sendo jogado nas águas. Isso é prejudicial a toda a população”, lamentou o subsecretário Operacional da Semulsp, José Rebouças.

 

Ele lembra que a prefeitura mantém coleta diária de lixo na cidade para minimizar a proliferação de lixo em áreas impróprias. “Não há razão para que a população use os igarapés para descartar lixo. Temos a coleta diária e os mutirões que podem ajudar o cidadão a manter seu ambiente limpo. Esse é um dever de todos nós”, comentou José.

 

Em locais como a orla do São Raimundo, Porto do Ceam e Manaus Moderna possuem equipes fixas e o trabalho é feito diariamente. “São locais estratégicos por receberem embarcações e é rota final de fluxo de alguns igarapés da cidade”, explicou Rebouças.

 

Nesta sexta-feira, 27, as ações continuam ainda nos igarapés da comunidade Nossa Senhora do Perpétuo Socorro (Cidade Nova, zona Norte), Santo Agostinho (zona Oeste), Conjunto Senador João Bosco (Torquato Tapajós, zona Centro-Sul) e Prosamim da Avenida Lauro Gurgel (Morro da Liberdade, zona Sul).

 

Desde o início da semana, a operação da Semulsp percorreu igarapés dos bairros Colônia Antônio Aleixo e Jorge Teixeira (zona Leste), além da Cachoeirinha, Japiim e Colônia Oliveira Machado (zona Sul).

 

A limpeza nos igarapés custa, em média, R$ 850 mil por mês aos cofres da Prefeitura de Manaus. No ano passado, mais de seis mil toneladas foram recolhidas pelo serviço que é diário e mobiliza, pelo menos, mais três equipes da Semulsp, além dos trabalhadores de igarapés. “Além de tirar o lixo dos córregos, fazemos remoção mecanizada, capinação e conscientização entre a população do local”, revelou Laurimar Costa, coordenador das equipes de limpeza da Semulsp.

 

TEXTO: Lilian D’Araujo

Assessoria de Comunicação da Secretaria Municipal de Limpeza Urbana (Semulsp): (92) 3216-8014

Notícias relacionadas

Pesquisa Avançada

Utilize esta ferramenta para encontrar notícias de seu interesse