Notícias

Prefeitura executa dragagens em igarapés como medida preventiva

Desde o início de janeiro, a Prefeitura de Manaus tem realizado serviços de dragagens e retificação de igarapés dentro do perímetro urbano da cidade. Os trabalhos, realizados por meio da Secretaria Municipal de infraestrutura (Seminf), atendem uma determinação do prefeito Arthur Virgílio Neto para que, de forma preventiva, se evitem prejuízos decorrentes de alagamentos do período chuvoso.

 

Até este sábado, 18/2, as ações já somam 19 pontos mapeados como possíveis áreas de alagamentos. O igarapé do Franco, no bairro da Compensa, zona Oeste, é um desses locais atendidos com o serviço de retirada de entulhos e materiais sólidos. Essa é uma forma eficaz para desassorear e aumentar a profundidade do leito do Igarapé evitando possíveis alagamentos.

 

Outra ação é a implantação de 60 metros de rip-rap com a contenção dos taludes na extensão de leito. Vale ressaltar que a população precisa cooperar de forma direta fiscalizando, denunciando as pessoas que fazem despejos irregulares nos leitos dos Igarapés. A ação no igarapé do Franco envolve retroescavadeiras, homens e mais máquinas pesadas, e tem o prazo estimado de mais 30 dias de serviços.

 

Dragagem dos igarapés

Com o aumento das equipes e máquinas atuando em serviços diários de dragagem, a Seminf também está atendendo simultaneamente mais 19 trechos da cidade, priorizando os locais apontados pela Defesa Civil Municipal como vulneráveis.

 

Atualmente, as equipes trabalham nos igarapés dos bairros: Rio Piorini (Avenida José Henrique Rodrigues), Parque Dez (Rua 05, Conjunto Primavera), Flores (Rua 01, Comunidade Santa Cruz), Jorge Teixeira (Avenida Itaúba), Adrianópolis (Avenida Efigênio Sales), Novo Israel (Igarapé do Passarinho), Compensa (Avenida Brasil), Cidade de Deus (Comunidade Raio de Sol), Santa Etelvina (Rua Matupiris), Cidade Nova (Igarapé do Netão), Terra Nova 3 (Igarapé do  Passarinho), Braga Mendes (Rua Sucuri), Zumbi (Rua São), Rua São Bento (florestal) José fasltino (Colônia Santo Antônio) Comunidade Rio Piorini, Fazendinha (Rua Madre Tereza).

 

Fotos: Alexandre Fonseca / Seminf

Disponíveis em: https://flic.kr/s/aHskPne3xe

Notícias relacionadas

Pesquisa Avançada

Utilize esta ferramenta para encontrar notícias de seu interesse