Notícias

Prefeitura de Manaus soma esforços com iniciativa privada para a digitalização da TV na capital

Para garantir um maior alcance da cobertura digital do sinal televisivo, considerando que no dia 30 de maio o sinal analógico deixará de ser transmitido em Manaus, a prefeitura reforça a parceria com a iniciativa privada para a divulgação e distribuição dos kits digitais na capital.

 

Segundo o prefeito Arthur Virgílio Neto, que nesta quinta-feira, 22/3, esteve reunido com a diretoria do grupo Rede Amazônica, para tratar sobre os detalhes da parceria, é do interesse do Município colaborar diretamente em projetos que venham trazer melhorias para a população.

 

“A palavra de ordem agora é nós digitalizarmos Manaus no que tange a televisores. O prazo está se esgotando e logo teremos mais uma Copa do Mundo. Vamos mobilizar toda a nossa estrutura de atendimento ao público para fazermos com que a TV digital possa ser uma realidade para o maior número possível de pessoas na nossa cidade, sobretudo aquelas de baixo poder aquisitivo”, afirmou o prefeito.

 

Atualmente, a prefeitura mantém parceria com a Seja Digital – instituição não governamental e sem fins lucrativos responsável por distribuir kits de TV digital em todo o Brasil – que utiliza toda a base de dados e as unidades de referência da Secretaria Municipal da Mulher, Assistência e Direitos Humanos (Semmasdh) para mapeamento das famílias carentes, cadastradas no “Bolsa Família”. Os beneficiários do programa federal têm direito ao recebimento gratuito dos kits digitais. São quase 225 mil kits disponíveis para capital e 60.616 já foram distribuídos.

 

Para o presidente da Rede Amazônica, Phelippe Daou Júnior, a Prefeitura de Manaus traz prestígio e amplia a capacidade de sensibilização junto à população. “Toda a capilaridade da prefeitura no atendimento da população é fundamental e vem trazer mais força a essa missão de digitalizar a TV na capital. Estamos muito agradecidos ao prefeito e à disponibilidade em colaborar com esse trabalho”, disse.

 

Com a mudança de analógico para digital, a programação da TV aberta no Brasil seguirá padrões internacionais, como já ocorre em países como China, EUA e Reino Unido, permitindo aos telespectadores que desfrutem de imagem mais nítida, som de melhor qualidade, sem ruídos ou chiados. Além disso, o processo de migração irá permitir a oferta futura da banda larga 4G, elevando a qualidade destes serviços para todo o País.

 

“O sinal digital já é uma realidade e é uma mudança necessária para agregar ainda mais qualidade à televisão brasileira. Além da entrega de kits para as famílias que integram os programas sociais do Governo Federal, também vamos realizar feirões para que as pessoas que estão fora do perfil de gratuidade também possam adquirir os kits com preços acessíveis”, finalizou o diretor de projetos especiais da Rede Globo de Televisão,  André Luís da Costa Dias.

 

Kits digitais gratuitos

As famílias de menor renda atendidas pelo Governo Federal devem verificar se estão inseridas na distribuição e, se tiverem direito ao kit, já podem agendar a retirada. O kit vem com antena digital e conversor com controle remoto, equipamentos que permitem que televisores antigos tenham acesso ao sinal digital.

 

Além de Manaus, Iranduba e Careiro da Várzea também recebem kits digitais pela Seja Digital.

 

Texto: Alita Falcão / Semcom

Fotos: Alex Pazuello / Semcom

Disponíveis em: https://flic.kr/s/aHsm8L2L5m

Notícias relacionadas

Pesquisa Avançada

Utilize esta ferramenta para encontrar notícias de seu interesse