Notícias

Número de atendimentos para diagnóstico de autismo aumentou 53% em 2016

O Espaço de Atendimento Multidisciplinar ao Autista Amigo Ruy (EAMAAR) realizou 61.363 atendimentos de janeiro a dezembro de 2016, o que representa um aumento de 53% em relação ao ano anterior, quando foram realizados pouco mais de 40 mil atendimentos.

 

Criado em 2013, o espaço funciona no bairro Alvorada, zona Centro-Oeste, e é gerenciado pela Secretaria Municipal da Mulher, Assistência Social e Direitos Humanos (Semmasdh), com o apoio de outras estruturas municipais.

 

No local, mais de cem famílias com crianças de 6 meses a 14 anos  são atendidas diariamente por uma equipe multidisciplinar com os serviços de pediatria, psiquiatra, neuropediatra, odontologia, fonoaudiologia, psicologia, pedagogia, psicopedagogia, nutrição, serviço social e educação física. As consultas são feitas por encaminhamentos, ou também por demandas espontâneas.

 

“Desde a inauguração do espaço, ganhamos força, principalmente com a realização da campanha que acontece em abril, divulgando o Dia Mundial de Conscientização do Autismo. A partir dessa proposta, a sociedade, as Policlínicas, UBSs, todas as outras instituições que fazem parte da nossa rede de atendimento e a sociedade em geral passaram a conhecer melhor nosso trabalho. Com isso, aumentou consideravelmente a recepção de famílias que procuram auxílio”, afirmou a subsecretária da Semmasdh, Mônica Santaella.

 

A porta de entrada é o serviço social, que recebe os usuários e abre um prontuário, por onde imediatamente é agendada a avaliação com os pediatras. Após o procedimento, a criança é direcionada ao especialista que, junto à equipe, traça o diagnóstico positivo ou negativo do Transtorno do Espectro Autista (TEA). Mesmo as crianças que já possuem laudo, também passam por reavaliação.

 

“O atendimento também se estende aos familiares para que eles possam entender o comportamento daquela criança. Sabemos da dificuldade que os pais têm em cuidar de um filho autista. Por isso, também disponibilizamos nosso serviço psicológico a eles”, comentou a coordenadora do EAMAAR, Ieda Rodrigues.

 

O horário de atendimento é de 8h às 12h e 13h às 17h, de segunda a sexta-feira. Os documentos necessários para cadastro são: encaminhamento do pediatra ou clínico, certidão de nascimento, comprovante de residência, CPF e RG dos responsáveis, declaração escolar, Número de Identificação Social (NIS) do Bolsa Família e cartão do SUS.

 

Durante o mês de janeiro, somente os atendimentos imediatos estarão em funcionamento, estando de recesso as equipes de terapias. A partir do dia 18, terá início a programação da colônia de férias na minivila olímpica de Manaus. As inscrições estão abertas e devem ser feitas na sede do EAMAAR.

 

Texto: Juliana Silva

Fotos: Arlesson Sicsú / Semcom

Assessoria de Comunicação da Secretaria Municipal da Mulher, Assistência Social e Direitos Humanos (Semmasdh): 3215-4616

Notícias relacionadas

Pesquisa Avançada

Utilize esta ferramenta para encontrar notícias de seu interesse