Notícias

Novo sistema viário da Constantino Nery com Pará e João Valério é licitado

A Prefeitura de Manaus divulgou no Diário Oficial do Município (DOM) desta quarta-feira, 20/3, o resultado da licitação para a obra de construção de duas trincheiras, popularmente chamadas de passagens de nível, que serão implantadas nas confluências das ruas João Valério e Pará com a avenida Constantino Nery, zona Centro-Sul da capital. As obras foram anunciadas pelo prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, no início deste ano, durante a abertura dos trabalhos na Câmara Municipal.

 

Sine Manaus oferece vagas exclusivas às mulheres, nesta sexta-feira

 

“É uma intervenção necessária e que vai dar mais segurança e fluidez para o trânsito daquela região. E já estamos bem avançados nos trâmites burocráticos para a construção de outra obra de arte urbana na entrada do Manoa. São soluções reclamadas há muito tempo e que pretendemos concluir com seriedade e celeridade”, disse o prefeito. “Paralelamente a essas ações, também entraremos muito fortemente com o asfaltamento, a drenagem e outros serviços de recuperação da malha viária da capital”, finalizou.

 

O consórcio Manaus, constituído pelas empresas JNasser Engenharia LTDA e a construtora Soma LTDA, foi o vencedor do certame. O consórcio será responsável pela elaboração do projeto básico, projeto executivo e a construção das trincheiras. Segundo a Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf), a obra está estimada em R$ 64.382.984,90 e, após seu início, deverá ser concluída em 15 meses. A prefeitura aguarda agora o fim das desapropriações na área para começar os serviços.

 

Segundo o Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização de Trânsito (Manaustrans), aproximadamente 11 mil veículos trafegam na área em horário de pico. “A intervenção viária que inclui as vias Constantino Nery, Pará e João Valério vai contribuir para dar mais fluidez ao tráfego naquela área. Em média, são 11 mil veículos por hora/pico, incluindo os turnos da manhã e tarde, circulando na localidade”, concluiu o diretor-presidente do órgão, Franklin Pinto.

— — —

Texto: Divulgação / Seminf e Manaustrans

Notícias relacionadas

Pesquisa Avançada

Utilize esta ferramenta para encontrar notícias de seu interesse