Notícias

NOTA DE PESAR – Oscarino Farias Varjão

A Prefeitura de Manaus, em nome do prefeito Arthur Virgílio Neto e da primeira-dama e presidente do Fundo Manaus Solidária, Elisabeth Valeiko Ribeiro, lamenta o falecimento do artista Oscarino Farias Varjão, 81, e solidariza-se, neste momento de dor, com familiares e amigos do ventríloquo.

 

O prefeito Arthur Virgílio Neto ressaltou que Manaus e o Amazonas perderam um de seus grandes talentos, dono de humor puro, simples e crítico, que traduzia em sua arte os costumes e valores da terra.

 

Nascido no Paraná do Xiborena, Rio Solimões, Amazonas, em maio de 1937, Oscarino Farias Varjão começou a carreira de ventríloquo em 1953, com o boneco Chiquinho, em Manaus. Em 1957, aos vinte anos de idade, criou o boneco Peteleco. Em 2016,  Oscarino & Peteleco foram declarados Patrimônio Cultural Imaterial de Manaus.

 

Reconhecido como um dos grandes mestres de sua arte, principalmente pela habilidade de se expressar sem mexer a boca, Oscarino chegou a se apresentar em programa de TV nacional, no ano 2000.

 

O artista enfrentava um câncer e faleceu no Hospital 28 de Agosto, depois de três dias internado, após sofrer uma parada cardiorrespiratória.

Pesquisa Avançada

Utilize esta ferramenta para encontrar notícias de seu interesse