Notícias

Museu da Cidade completa um ano de funcionamento com recorde de público

Inaugurado pelo prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, no aniversário da cidade em 2018, e às vésperas de comemorar seu primeiro ano de atividade, o Museu da Cidade de Manaus já recebeu, de outubro de 2018 ao inicio deste mês, mais de 70 mil visitantes locais, nacionais e internacionais, totalizando uma média de 5,8 mil por mês. Nesse período, a maioria dos visitantes de fora do Estado foi oriunda de São Paulo, Pará e Rio de Janeiro. Já os turistas americanos, venezuelanos, argentinos e porto riquenhos, lideram o ranking dos visitantes internacionais.

 

Visita ao Museu da Cidade de Manaus

 

“No ano passado, entregamos o Museu da Cidade como um presente de aniversário para Manaus, resgatando e mantendo viva a nossa história. O museu se consolidou com a adesão do público, com um grande número de visitas, que o tornaram um dos pontos turísticos mais visitados da cidade. E, este ano, além de muitas obras viárias e em outras áreas essenciais, vamos dar aos manauaras de presente o hino de Manaus atualizado, regravado. É mais uma das homenagens pelos 350 anos da nossa linda Manaus”, declarou o prefeito Arthur Neto.

 

O espaço situado no Paço da Liberdade, no Centro Histórico de Manaus, funcionou por décadas como sede da Prefeitura de Manaus e hoje abriga o primeiro museu da identidade do povo manauara. Em 2018, o município colocou em ação o projeto do Muma, dando ao espaço novas formas com o projeto museográfica que contou com a curadoria de Marcello Dantas, referência internacional na projeção de museus.

 

O Museu da Cidade de Manaus dispõe de oito salas que retratam a vida cotidiana, a identidade e a cultura de gerações passadas, por meio de exposições de longa e curta duração, utilizando-se da interatividade para contar a história da cidade de Manaus a partir de textos, sons e imagens, com caráter educativo, lúdico e dinâmico e atraindo a atenção, o olhar e a sensibilidade dos visitantes.

 

De acordo com dados da Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manaucult), que administra o espaço, os visitantes amazonenses que visitaram o Museu nesse período são, a maioria, da capital (60%) e cidades como Itacoatiara (20%), Parintins (10%), Manicoré, Manacapuru e Eirunepé (5%), entre outros.

 

Em nível nacional, lideram o ranking: São Paulo (40%), Pará e Rio de Janeiro (30%), Paraná, Bahia e Roraima (20%), Santa Catarina, Ceará e Maranhão (5%), seguido de outros.

 

Estrangeiros

Entre os turistas estrangeiros estão entre os principais visitantes: Estados Unidos da América (35%), Venezuela, Argentina, Porto Rico (25%), Alemanha, China (20%), Inglaterra, Canadá, Austrália, Japão, Coreia, Romênia (15%), entre outros.

 

Grupos

Diariamente o Muma recebe grupos para visitas guiadas. Na tarde de terça-feira, 8/10, por exemplo, o museu recebeu coordenadores pedagógicos e alunos do 2º ano do Colégio Educacional Pingo de Gente Laviniense Ensino Integrado para uma visita especial ao museu.

 

A atividade permitiu a interação dos alunos e coordenadores com o espaço e história, tornando a experiência enriquecedora e única para todos, como ressaltou a coordenadora pedagógica, Claudia Puça.

 

“Programamos essa atividade especial para que as crianças pudessem conhecer o museu que reúne a identidade do povo manauara, da cultura amazonense. O museu é interativo tanto para as crianças, como para os adultos. Para mim, está sendo uma aula extremamente diferente porque como educadora estou absorvendo e internalizando toda a cultura amazonense. As crianças ficaram super empolgadas porque elas podem ir além do olhar, podem participam das atividades do museu. Uma experiência enriquecedora e única”, ressaltou Claudia.

 

Exposições

O Muma dispõe de salas como a “Afluentes do Tempo”, que projeta imagens a partir de um reflexo na água, que fica represada em uma espécie de bacia em formato de rio. No espaço “Casas-Cabeças”, casas de diferentes habitantes da cidade são apresentadas em fotos em um painel touch screen. Já no “Banhos de Origens” é possível vivenciar o depoimento de pessoas de outras nacionalidades que vieram morar em Manaus.

 

O museu traz, ainda, a sala “Mercado”, com a exposição de iguarias, alimentos e objetos regionais vendidos nas feiras. O espaço “Rios Voadores” mostra a evaporação da água e o ciclo das chuvas na capital em quatro globos, enquanto a sala “Arqueologia” conta com apoio virtual. Na “Anéis de Crescimento” há uma projeção em dois pedaços de troncos e, por fim, a “Sala dos Prefeitos” mostra nomes, fotos e períodos de gestão de todos os prefeitos de Manaus.

 

Visitações

O Museu da Cidade de Manaus funciona de terça-feira a domingo, das 9h às 17h com última entrada as 16h20. O acesso é gratuito, para o agendamento de escolas e grupos, o contato pode ser feito pelo número 3622-4991 e whatsapp 98822-4497.

 

Texto – Jéssica Rebello / Manauscult

Fotos – Leonardo Leão / Manauscult

Disponíveis em – https://flic.kr/s/aHsmHz1ea9

Notícias relacionadas

Pesquisa Avançada

Utilize esta ferramenta para encontrar notícias de seu interesse