Notícias

Manaus finaliza Plano Humanitário para acolher venezuelanos

O acolhimento a venezuelanos que serão encaminhados a Manaus pelo Governo Federal, vindos de Boa Vista (RR), está sendo organizado pela Prefeitura de Manaus, que está finalizando as regras do ‘Plano de Ação Humanitária para Atendimento do Fluxo Migratório Venezuelano’. Uma das principais preocupações é com o repasse de recursos federais. O cofinanciamento está pautado na portaria nº 90, de 3 de setembro de 2013, que sinaliza que a cada grupo de 50 imigrantes, deve ser repassado o valor de R$ 20.000, ou seja, R$ 400 por mês por cada venezuelano acolhido pelo poder público municipal.

 

Sob a responsabilidade da Secretaria Municipal da Mulher, Assistência Social e Direitos Humanos (Semmasdh), o Plano deverá ser encaminhado ao Conselho Municipal da Assistência Social (CMAS) na próxima segunda-feira, 23/4. Se for aprovado, ele será enviado para o Ministério do Desenvolvimento Social (MDS) para ser avaliado e efetivado.

 

“A determinação do prefeito Arthur Virgílio Neto é de que possamos atender os imigrantes da melhor forma possível, mas sem prejuízo aos atendimentos diários prestados aos manauaras”, afirmou o secretário da Semmasdh, Dante Souza. “O recurso contemplado pela portaria nº 90 não atende plenamente às necessidades da prefeitura para o acolhimento. Por isso, estamos constantemente conversando com representantes do MDS para ajustarmos o nosso plano”, concluiu.

 

Para atender os venezuelanos, a Semmasdh será responsável pelas refeições, material de higiene, equipe técnica composta por assistentes sociais, psicólogos, tradutores e sociólogos. O Plano prevê a contratação de dois veículos para fazer o transporte dos venezuelanos para verificação de documentação, visitas aos espaços de acolhimento, atividades da assistência ou outras necessidades.

 

Além do trabalho desenvolvido na assistência social, a Prefeitura de Manaus vai atuar também nas áreas da educação, saúde, emprego e renda. A data para interiorização dos venezuelanos depende da aprovação do Plano e dos ajustes no espaço onde os imigrantes serão acolhidos.

 

Texto: Leonardo Fierro / Semmasdh

Notícias relacionadas

Pesquisa Avançada

Utilize esta ferramenta para encontrar notícias de seu interesse