Notícias

Manaus é finalista em concurso nacional de empreendedorismo

A política de implantação da cultura empreendedora em alunos da rede pública e jovens em Manaus começa a mostrar resultados e coloca a capital amazonense em destaque nacional como finalista. Integrantes da Jornada Empreendedora, promovida pela Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal do Trabalho, Emprego e Desenvolvimento (Semtrad) e Junior Achievement, são finalistas do concurso nacional Geração Empreendedora – Desafio Brasil, que será realizado em São Paulo, de 2 a 4 de julho. São eles: Fábio Araújo, Sirrame Lobato, Sendy Leal e Aline Magalhães.

 

finalista

 

O ‘Geração Empreendedora’ é um concurso direcionado a organizações e a jovens microempreendedores, de 18 a 35 anos de idade, iniciantes ou já atuantes no mercado, que realizam atividades econômicas de pequena escala ou possuem pequenos negócios, e que participaram dos treinamentos na metodologia da Junior Achievement.

 

Entusiasta das ações de empreendedorismo na cidade, o prefeito Arthur Virgílio Neto comemorou os resultados. “Sempre defendi que as lições de empreendedorismo deveriam começar na base, com os alunos ainda nas escolas, e é o que começamos a fazer, além de outras ações e projetos de empreendedorismo com grupos de jovens pela cidade. É essa visão que queremos fomentar, queremos que estes jovens criem, tenham ideias e estas ideias sejam reconhecidas, como aconteceu agora”, destacou o prefeito.

 

A secretária da Semtrad, Ananda Carvalho, festejou a notícia, comentando que isto representa o resultado do fortalecimento da cultura empreendedora em Manaus. “Saber que quatro dos nossos alunos vão poder mostrar suas ideias empreendedoras, concorrendo nacionalmente, é um orgulho para a cidade e a certeza de que estamos no caminho certo”, salientou. “Como missão nos dada pelo prefeito Arthur Virgílio Neto, temos desenhado uma política forte de empreendedorismo que passa pelas crianças, atingindo jovens e adultos que queiram inovar com novos negócios”, observou Ananda.

 

Descobertas

Fábio Araújo, participante das jornadas “Vai Que Dá” e “Vai ou Racha” conta que nunca imaginou que seu negócio podia o levar tão longe. “Foi uma surpresa muito grande ver meu negócio entre os selecionados. O apoio que a Semtrad dá aos empreendedores é muito importante e nos ajuda a nunca desistir. É uma felicidade muito grande saber que meu projeto está sendo reconhecido”, relatou ele, que é dono de um pequeno negócio que comercializa din-din gourmet.

 

Integrante da jornada ‘Vai ou Racha’, Sirrame Lobato, ressalta que, ao fazer o curso, pôde perceber o que fazia de errado e o que poderia melhorar em seu empreendimento. “Além de adquirir conhecimentos teóricos, pude aprender sobre outros negócios; o fato de os participantes do curso compartilharem seu conhecimento é de extrema importância para o empreendedor”, comentou Sirrame. “Eu tinha muitas dúvidas e descobri que fazia algumas coisas de forma incorreta. O curso me deu um outro olhar sobre o empreendedorismo e me deu forças para correr atrás dos meus sonhos. Quando recebi o resultado, fiquei muito feliz e realizada. Isso é a consequência de tudo o que aprendi durante a jornada”, pontuou.

 

Sendy Leal, dona de uma barbearia direcionada a clientes da classe C, participou da jornada ‘Vai ou Racha’, e também foi uma das selecionadas. Ela ficou surpresa com a notícia. “Durante os últimos 3 anos, estive me preparando para empreender. Fiquei muito feliz em ver que a Semtrad está tão engajada em aperfeiçoar o empreendedorismo no Amazonas. Participei de alguns cursos disponibilizados pela secretaria e foram maravilhosos. Estou muito feliz e surpresa com esse resultado, sem dúvida alguma, é algo muito importante para o crescimento do meu empreendimento”, salientou.

 

Aline Magalhães, outra selecionada, conta que ficou sem acreditar quando viu o resultado. “A cada novidade, a ficha vai caindo um pouco. Esse projeto é a realização de um sonho e ter sido escolhida como finalista de um concurso nacional, é a maior prova de nossos esforços em fomentar a economia de famílias como a minha e a de pequenos produtores dos insumos que utilizamos para produzir nossa farofa. Através do projeto ‘Geração Empreendedora’, pude reconhecer pontos críticos do negócio, identificar métodos mais eficazes e implementar melhorias que já estão surtindo efeitos positivos”, conta ela que, junto da família, produz diversos tipos de farofa.

 

Os finalistas do ‘Geração Empreendedora – Desafio Brasil’ passarão por uma capacitação em São Paulo e podem receber até R$ 7,5 mil para investir em seus negócios. Dentre os finalistas, serão selecionados dois negócios vencedores de cada categoria que mais se destacaram. Além disso, as organizações parceiras do Programa também podem ganhar em uma categoria, a de Organização Aliada Destaque 2018.

 

Texto: Wesley Paiva / Semtrad

Foto: Wilsa Freire / Semtrad (Na foto: Fábio Araújo)

Notícias relacionadas

Pesquisa Avançada

Utilize esta ferramenta para encontrar notícias de seu interesse