Notícias

Mais de 300 escolas municipais iniciam atividades do Novo Mais Educação

Com duração de oito meses, Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Semed), iniciou nesta segunda-feira, 24/4, as atividades do Programa Novo Mais Educação, em 324 escolas municipais de todas as zonas geográficas cidade. O programa atenderá, aproximadamente, 38 mil alunos do 1º ao 9º ano do Ensino Fundamental. A novidade desse ano é que o programa incluirá alunos com dificuldades em Língua Portuguesa e Matemática, além de ofertar atividades no campo das artes, cultura, esporte e lazer.

 

As diretrizes do Programa são a integração à política educacional da rede de ensino e às atividades do projeto político-pedagógico da escola; o atendimento prioritário tanto dos alunos e das escolas de regiões mais vulneráveis, quanto dos alunos com maiores dificuldades da aprendizagem; atendimento das escolas com piores indicadores educacionais; e a pactuação de metas entre o Ministério da Educação (MEC), os entes federados e as escolas participantes.

 

A Semed, em regime de colaboração com Governo Federal, aderiu ao Programa para ampliar a jornada de crianças e adolescentes nas escolas, mediante a complementação da carga horária, com variação de cinco a quinze horas semanais, no turno e contraturno escolar. As atividades deverão ser implementadas por meio da realização de acompanhamento pedagógico em Língua Portuguesa e Matemática e do desenvolvimento nos campos de artes, cultura, esporte e lazer.

 

Para a chefe da Divisão de Apoio a Gestão Escolar (Dage), Jussara Marques, a partir do programa, a secretaria conseguirá ampliar e fortalecer ações de reforço escolar nas unidades educacionais da rede pública municipal de ensino de Manaus.

 

“As escolas que aderiram a cinco horas vão trabalhar Língua Portuguesa e Matemática no contraturno escolar. As que escolheram quinze horas, também trabalharão as duas disciplinas e mais as atividades complementares, no campo das artes, cultura, esporte e lazer”, explicou.

 

DDZ Leste I

 

De acordo com a chefe da Divisão Distrital Zonal Leste 1 (DDZ Leste 1), Renata Moraes, o Programa dividiu a mediação o campo de atuação com a oferta de aulas de reforço, o que considera importante em ano de Prova Brasil. “A expectativa é que, por meio do programa, nós consigamos melhorar a nossa proficiência, para a nota da Prova Brasil, bem como ajudar os alunos a conseguir bom rendimento na escola”, explicou.

 

A Escola Municipal Leonor Uchoa, bairro São José 1, contará com 100 alunos, do 3º ao 9º ano, que participarão do Novo Mais Educação. Para diretora Ilenilda Araújo Felipe, as atividades serão desenvolvidas a partir da nova proposta. “Já selecionamos aqueles alunos com dificuldade de aprendizado e os mesmo foram inseridos no programa. Montamos um horário, vamos trabalhar aproveitando esse tempo para que esse aluno tenha um avanço na melhoria do ensino-aprendizagem”, disse.

Todo trabalho é voltado para a Prova Brasil e para o Ideb (Índice de Desenvolvimento Básico da Educação).

 

Na Escola Municipal Pequeno Príncipe, há aproximadamente 100 alunos do 3° ao 5° ano que também participarão do programa, segundo a diretora Lilian Ferreira Benarros de Andrade. “Nossa meta é que todos finalizem o 3º ano alfabetizados. Já o 5º ano, vamos trabalhar direcionados com os descritores. Nossos mediadores tem nível superior, o que só vem a somar para o sucesso da escola”, contou.

 

Texto: Paulo Rogério Veiga

Fotos: Rodemarques Abreu/ Semed

Disponíveis em: https://flic.kr/s/aHskTGXD1n

 

Assessoria de Comunicação da Secretaria Municipal de Educação (Semed): (92) 3632-2054

Pesquisa Avançada

Utilize esta ferramenta para encontrar notícias de seu interesse