Notícias

Lagoa do Parque São Pedro recebe ação emergencial e terá projeto de revitalização

Uma das áreas verdes mais significativas de Manaus, que ao longo dos anos vem sendo degradada por ocupações irregulares, a Lagoa do Parque São Pedro, localizada na zona Oeste da cidade, recebeu nesta quinta-feira, 9, uma ação emergencial de limpeza e recuperação. Atendendo ao pedido da comunidade, o vice-prefeito Marcos Rotta esteve no local, acompanhado de vários secretários municipais, para que seja criado um projeto de revitalização para a área.

 

“São muitos os problemas, mas, de imediato, o prefeito Arthur Virgílio Neto determinou que já providenciássemos um grande mutirão de limpeza e infraestrutura para amenizar os problemas, que foram agravados pela chuva”, disse o vice-prefeito. “Agora, queremos que a comunidade continue nos ajudando a manter essa área preservada até que possamos trazer outros serviços de revitalização para a lagoa, transformando esse manancial em um espaço de lazer e qualidade de vida”, completou Marcos Rotta.

 

Uma equipe de 40 trabalhadores da Secretaria Municipal de Limpeza Urbana (Semulsp) cuidou da capinação e da retirada de lixo das águas e do entrono da lagoa. O serviço conta com uma equipe de limpeza de igarapés, botes de apoio, pá mecânica e remoção mecanizada. Os trabalhadores devem permanecer no local até o próximo sábado, 11.

 

“A lagoa guarda uma nascente que precisa ser preservada. A equipe de limpeza já retirou muito lixo de dentro do leito e também vamos fazer uma ação de conscientização com os moradores”, destacou o secretário da Semulsp, Paulo Farias, reforçando que a lagoa ganha ainda mais importância por ser é um importante habitat para várias espécies de peixes.

 

Já a Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf) atuou na recuperação de uma erosão na rua Goiânia com a construção de 20 metros de contenção em rip-rap. Outras melhorias também foram executadas. “Tivemos o rompimento de uma rede de drenagem por conta do acúmulo de lixo, que ocasionou o afundamento da via”, explicou o subsecretário de Serviços Básicos da Seminf, Antônio Peixoto.

 

Ainda segundo Peixoto, outras ruas do Parque São Pedro estão recebendo os serviços de desobstrução de bueiros e a “Operação Tapa-Buracos”.

 

Revitalização

Para dar a solução definitiva aos danos acumulados pela interferência humana na Lagoa do Parque São Pedro, a Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas) ficará responsável pela elaboração de um estudo para a implantação de um parque linear na área, que reforce a proteção do lago e iniba a presença de invasores. Também haverá reforço na arborização do local, com o plantio de espécies adequadas à área, que já possui uma placa de identificação de Área de Preservação Permanente (APP).

 

Outra medida a ser estudada pela Seminf para a despoluição da lagoa é a implantação de uma rede de drenagem com cerca de 300 metros, que irá desviar o esgoto que hoje é jogado no lago para a rua Santa Edwiges. A Unidade Gestora de Projetos Municipais de Abastecimento de Água e Esgotamento Sanitário (UGPM Água) irá avaliar, junto com a empresa concessionária Manaus Ambiental, a possibilidade da implantação de uma Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) na comunidade.

 

“É um projeto para longo e médio prazo, no qual buscaremos apoio financeiro junto aos vereadores, por meio das emendas parlamentares, ou via recursos federais para fazermos daqui mais um exemplo de espaço de lazer em perfeita harmonia com o verde e o meio ambiente”, finalizou o vice-prefeito Marcos Rotta.

 

TEXTO: Alita Falcão / Semcom

FOTOS: Alex Pazuello / Semcom

Disponíveis em: https://flic.kr/s/aHskUbriMg

Notícias relacionadas

Pesquisa Avançada

Utilize esta ferramenta para encontrar notícias de seu interesse