Notícias

Exposição de animais para adoção atrai público e movimenta Galeria Espírito Santo

O 1º Evento de Doação de Pets das Galerias Populares, realizado neste sábado, 22/7, na Galeria Espírito Santo, atraiu um público considerado muito bom, pelos lojistas do centro de compras. Durante a manhã, dos que passavam e se encantavam pelos animais, aproximadamente dez pessoas se cadastraram para passar pelo processo de adoção.

 

O estudante Tarciano Santos, 11, era só alegria. A família já tem um gato em casa, mas quando leu no jornal a notícia da exposição, decidiu adotar um cachorro, acompanhado da mãe, a autônoma Ana Maria Santos. “É uma excelente oportunidade de adotar um animalzinho de estimação e cuidar muito bem dele”, declarou Ana.

 

Marinete Moura é a coordenadora do grupo ‘Protetores de Animais’, que neste sábado levou para a exposição 22 bichos, entre cães e gatos, castrados, vacinados e vermifugados, todos resgatados das ruas. “Quero parabenizar essa iniciativa porque esse tipo de ação é muito importante para ajudarmos esses bichinhos a encontrarem um novo lar. O espaço aqui é excelente e, certamente, vamos estar aqui outras vezes”, afirmou.

 

Profissionais do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), disponibilizaram vacinação antirrábica gratuita e, além dos animais, roupas e acessórios também fizeram parte da exposição.

 

Para o gestor da Galeria Espírito Santo, José Assis, o movimento foi ótimo para os lojistas. “Essas ações são importantes para as galerias populares, porque atraem um público muito bom que vem, participa da ação, circula pela galeria, visita as lojas, faz um lanchinho na praça de alimentação e acaba fazendo compras. E esse é um dos objetivos. Assim, acaba sendo bom para todos”, enfatizou.

 

Para adotar um animal, o candidato precisa ser maior de idade, apresentar cópia de RG, CPF e comprovante de residência e, ainda, assinar um Termo de Adoção. No próximo sábado, dia 29, o primeiro Evento de Doação de Pets acontece na Galeria dos Remédios, na Rua Miranda Leão, Centro, de 9h as 13h.

 

Além de passar por uma entrevista, o adotante também recebe informações importantes sobre os cuidados com o animal, a melhor ração, vacinas, as idas ao veterinário e toda a responsabilidade que terá que assumir, a partir daquele momento e, depois da adoção, os voluntários do grupo ‘Protetores de Animais’ acompanham a adaptação do animal à família adotante, por um período de até seis meses.

 

Fotos: Marinho Ramos / Semcom

Notícias relacionadas

Pesquisa Avançada

Utilize esta ferramenta para encontrar notícias de seu interesse